expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 19 de abril de 2018

TAÇA DE PORTUGAL - SPORTING AFASTOU O F.C DO PORTO NA LOTARIA DOS PENALTIS E VAI DISPUTAR A FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL NO JAMOR COM O DESPORTIVO DAS AVE


Jorge Trabulo Marques - Foto-jornalismo - FootballDream - (há ainda videos por editar) 
TAÇA DE PORTUGAL - SPORTING E DESPORTIVO DAS AVES VÃO DISPUTAR A FINAL, NO JAMOR,  EM 20 DE MAIO  - À EQUIPA AZUL E BRANCA, FALTOU O QUASE – Do poeta Mário Sá Carneiro: “Um pouco mais de sol – eu era brasa,/Um pouco mais de azul/ eu era além./Para atingir, faltou-me um golpe de asa”Se ao menos eu permanecesse aquém” 


Repetiu-se o desfecho da “roleta russa”, que, em Janeiro passado,  penalizou os  Dragões,  em Braga, para a Taça da Liga  - Com a diferença, que, da outra vez, houve vários penaltis falhados  e outros defendidos: agora tudo ficou decidido ao cabo da marcação das cinco penalidades, com  o falhanço  inicial do  central espanhol portista Marcano, que, em vez de enfiar a bola dentro da baliza, a fez acertar no post esquerdo e desviar e tomar outro rumo
Desta vez a estrelinha da sorte brilhou a Jorge Jesus e ofuscou-se à equipa dirigida por Sérgio Conceição  nos minutos finais do encontro: um golo do defesa-central uruguaio Sebastian Coates, aos 84 minutos, desfez a vantagem da vitória alcançada pelo F.C. do Porto no seu estádio, permitindo à equipa leonina igualar a eliminatória e disputar o desempate no prolongamento – Não tendo havido golos, nos 30 minutos seguintes, divididos em duas partes, a decisão coube à habitual lotaria dos penaltis, que foi favorável à constelação verde e branca, que fez a festa no seu espaço planetário, em apoteótico delírio, dentro e fora do relvado.  .


quarta-feira, 18 de abril de 2018

Saída do Euro e Ibero Já! - Marcelo visita Espanha, emociona-se com Grândola Vila Morena e ouve-se a voz do liberal Rajoy a querer “aprofundar sintonia” com Portugal – Obviamente, com o único país da Europa com o qual há laços históricos comuns: Venha daí o Ibero já! Esta é a única moeda que interessa a Portugal e a Espanha – O Euro é uma criação artificial para favorecer o domínio imperialista do eixo franco-alemão – O velho sonho de napoleão e de Hitler.



IBERO JÁ E PONTAPÉ NO EURO - MARCELO REBELO DE SOUSA EM ESPANHA – NÃO BASTAM ABRAÇOS É PRECISO ESTOCADA AO EURO DO RABO DE MEKEL



Jorge Trabulo Marques - Jornalista - Informação e análise  -Volto a  repetir o que aqui já disse neste site no dia 17 de Agosto de 2011

 

VENHA DAÍ O IBERO! - JÁ!!! - ESTA É A ÚNICA MOEDA QUE FAZ FALTA E INTERESSA A PORTUGAL E À ESPANHA - O EURO É UMA CRIAÇÃO CONTRA-NATURA E ARTIFICIAL, PARA FAVORECER EIXO FRANCO-ALEMÃO


 Portugal E España - SEM DEMORA! IRMÃOS UNIDOS E DE MÃOS DADAS - O maior obstáculo ao seu desenvolvimento económico não é o que está entre a fronteira mas no que vai para além da fronteira dos Pirenéus e no colosso poderio das terras do Tio Sam –

Vou repetir o que aqui já disse neste site no dia 15 de Fevereiro 2015 - Euro da  U.E.- Começou a derrocada  - Suíços abriram o buraco, a seguir vão os ingleses e não tarda tudo em frangalhos - Jerónimo de Sousa pede referendo - Portugal devia seguir o mesmo caminho, restaurando a sua independência e voltar ao escudo. O sonho  de Merkel  é o mesmo do nazismo que já nos quis invadir pela fronteira espanhola, aliado ao franquismo - http://www.vida-e-tempos.com/2014/02/euro-da-ue-comecou-derrocada-suicos.html

Uma coisa é o impedimento da livre circulação e a natureza intrínseca e geográfica  onde foi gerado o nazismo e donde vieram  as invasões napoleónicas ou a imposição dos mapas cor de rosa.



AS SEMENTES DO NAZISMO NÃO FORAM ERRADICADAS - MORRE UM MAS HÁ SEMPRE UM OUTRO - UM BEBÉ QUE LHE SUCEDE - OU UM NOVO NAPOLEÃO ARMADO EM SARKOZI OU MACRON E UMA ÂNGELA DISFARÇADA DE ADOLFA




Dos americanos, dificilmente poderão esperar-se boas lições para os europeus. Salvo o facto de serem mais nacionalistas. Embora a atual América esteja já muito longe de outros tempos. A forte emigração, vinda de todas as partes do mundo, criou uma enorme caldeirada de culturas- em que o único traço comum, que as une, é a língua e a bandeira nacional, devido à sua poderosa frota bélica, que ainda continua a ser reverenciada e a unir nacionalismos, mesmo contrários e controversos. Mas, em termos económicos, os EUA estão mais de que minados pelos japoneses, chineses e judeus - São eles que controlam os dólares. No entanto, o dólar, mesmo estando mais desvalorizado do que o euro, continua a ser a moeda de aferição dos barris de petróleo.China possui US$ 1,3 trilhão de dívida dos EUA 

A estúpida guerra que D. Afonso Henriques fez a sua mãe, o Fundador de Portugal  ,Enquanto a União Europeia, não passa de uma manta de retalhos, dominada pelos ingleses e pelo eixo Franco-alemão, sem um líder carismático capaz de congregar ideais ou interesses comuns, senão os do salve-se quem puder - E os únicos que se salvam são os ricos - São eles que fomentam as grandes estratégias do capitalismo mundial, que ditam e comandam os seus jogos especulativos, cujo objetivo é apoderarem-se do património público dos estados mais fracos, já que o sector privado, as grandes empresas e a banca, estes não têm pátria nem bandeira, são os parceiros naturais.

A nova Ordem Financeira Global em Marcha - Parida em 2009 - 'Hoje nasce nova ordem financeira mundial', diz Brown -svalorizado do que o euro, continua a ser a moeda de aferição dos barris de petróleo.



Registo do site da PR
OXALÁ  O PRESIDENTE MARCELO REBELO DE SOUSA - AO  MENOS  REFORCE O ADUBO PARA QUE AS SEMENTES DA UNIÃO IBÉRICA GERMINEM ANTES DE SEREM COMPLETAMENTE ESMAGADAS  PELA ERVA DANINHA DO ARTIFICIALISMO CONTRA-NATURA ALEMÃO DA CEE 


O Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa , continua inigualável e incansável! Com  maratonas sobre maratonas: já fez mais pela promoção de Portugal, num ano de que, Aníbal Cavaco Silva nos dez como PR e noutros tantos como PM: - Depois da visita oficial  de Estado à República Árabe do  Egito ..., com uma agenda diversa e preenchidíssima de encontros, ei-lo a regressar a Portugal para presidir, no Mosteiro de Santa Maria da Vitória na do Dia do Combatente, à Cerimónia Evocativa do Centenário da Batalha de La Lys e à 82.ª romagem ao Túmulo do Soldado Desconhecido, e logo de seguida a transpor a fronteira e a voar  para uma  visita de Estado a Espanha a convite de Sua Majestade o Rei Felipe VI, para uma vista oficial de três dias, de 16 a 18 de abril, acompanhado pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros e por Deputados à Assembleia da República. 


Registo do site da PR
Então, aqui, é que - a bem dizer - , Marcelo Rebelo de Sousa, deverá sentir-se nas vestes de um verdadeiro monarca – convenhamos: – sem cetro e  republicano, até porque, pelo que é revelado nas noticias, o presidente da República Portuguesa,  já se emocionou quando Deputados independentistas catalães emocionam Marcelo com a “Grândola” . Reconhecendo  que, “falar sobre a democracia como algo “nunca acabado, que é preciso reconstruir perpetuamente”, “um desafio inesgotável”. Lembrando que portugueses e espanhóis sabem o que é “viver em ditadura e lutar pela democracia, construindo-a, passo a passo”, 

Ora, é justamente por esse espírito democrático, pelo respeito a esses valores e princípios, que os dois países, cada qual com  a  sua identidade e as suas diversidades, pelas quais se deve lutar e pugnar, por forma a ser construído um grande estado Ibérico de nações: não no sentido federalista mas na unidade de povos que, têm entre ambos, a mais estreitas e longínquas afinidades culturais, linguísticas, históricas e geográficas 


"Fernando Pessoa e o euro” 


Fernando Pessoa e o euro - 13 Janeiro 2010 - João Pinto e Castro  (...) Não fazem sentido nem a total independência do Banco Central Europeu nem a sua preocupação exclusiva com a inflação. Não faz sentido o Pacto de Estabilidade e Crescimento. Não faz sentido a ausência de disposições que autorizem medidas excepcionais em situações excepcionais. Finalmente, não faz sentido que haja tanta preocupação com défices externos excessivos e nenhuma com superávites excessivos, quando uns se ligam necessariamente aos outros.
 
Fernando Pessoa definiu o provincianismo português como esta inclinação para "pertencermos a uma civilização sem tomar parte no desenvolvimento superior dela - em segui-la pois mimeticamente, com uma subordinação inconsciente e feliz."
A ideia de que o endividamento externo é um problema especificamente nosso - seja nas causas seja nas manifestações - não passa de mais uma manifestação do provincianismo das elites portuguesas que Pessoa tão justamente abominava.Fernando Pessoa e o euro- - Jornal de negócios

A nova Ordem Financeira Global em Marcha - Parida em 2009 - 'Hoje nasce nova ordem financeira mundial', diz Brown -svalorizado do que o euro, continua a ser a moeda de aferição dos barris de petróleo.



ESTE REPROVA O EURO MAS É POR OUTRAS RAZÕES


O investidor multimilionário George Soros, em entrevista ao Der Spiegel, (mencionada nos media portugueses) sugere que Portugal e Grécia devem abandonar a zona euro Portugal e Grécia devem abandonar o euro, diz Soros

A MELHOR ALTERNATIVA AO EURO A PORTUGAL E A ESPANHA - É CRIAREM UMA MOEDA ÚNICA - A QUE PODERIAM CHAMAR - MUITO APROPRIADAMENTE - DE IBERO - O ACTUAL EURO TEM OS DIAS CONTADOS - FAVORECE OS PAÍSES MAIS RICOS É CONTRA-NATURA


É a forma de lançarem a OPA do poder capitalista sobre os mais fracos. Os países mais pobres (dos leste e Grécia), são outros mundos, outra realidade. Eles próprios são que têm que saber com saber com quem devem juntar-se ou então prosseguirem, sem desvanecimento e alheios aos ventos ocasionais das circunstâncias, avançando na jornada da sua própria jornada histórica e civilizacional.

IBERO EM VEZ DO EURO - E O MAIS RAPIDAMENTE POSSÍVEL, ANTES QUE O CAPITALISMO SELVAGEM E ULTRA-LIBERAL, DESTRUA COMPLETAMENTE O PATRIMÓNIO DOS DOIS  ESTADOS SOBERANOS E INDEPENDENTES, DESFIGURE A SUA CULTURA E TRANSFORME OS DOIS PAÍSES NUM VASTO CAMPO DE DESERDADOS E DESEMPREGADOS 

A única solução de Espanha e Portugal recuperarem a importância que tiveram no seu período áureo colonial, claro que não é o de voltarem ao tempo das caravelas ou dos barcos negreiros carregados de escravos, mas de retomarem as suas raízes históricas - quebrada pela estúpida guerra que D. Afonso Henriques fez a sua mãe, o Fundador de Portugal

Espanha é o único país europeu, com os quais temos laços mais estreitos e um passado comum - Sem ressentimentos históricos e com os olhos postos no futuro, este é o único caminho que resta aos dois países para retomarem a sua verdadeira expressão no conceito das nações civilizadas -Felipe Gonzalez diz que Europa está à beira do precipício.Grécia revoltada com Lagarde




A liberalização das fronteiras foi um enorme erro – Outro colossal, foi a entrada para o euro e a globalização – É inevitável a saída – Quer queiramos quer não, Portugal  e Espanha vão ter de sair do Euro. Cada país tem de adotar a moeda de acordo com a sua economia. A dona de casa que gere uma casa pobre não pode dar-se aos mesmos luxos de uma casa rica. A criação do euro nunca foi um projeto bem intencionado. O que, Alemanha, não concretizou nas duas guerras mundiais, através das armas, logrou agora sem dar um único tiro, impondo as regras e o seu poder económico sobre os restantes países europeus. A Inglaterra, já bem escaldada com os alemães – e também pelo seu natural vínculo das libras aos dólares americanos -  não mordeu o isco e fez muito bem.

A era do vazio varreu com as ideologias  - Na filosofia que  hidra liberal cultivou através dos media que controla integralmente, do sector editorial  e das universidades, a bem dizer, só há lugar para o egoísmo, hedonismo e individualismo  arrogante e hipócrita, do culto das falsas aparências, do salve-se quem puder.  



PRESIDENTE PROFESSOR MARCELO E AS BOAS LIÇÕES  DEMOCRÁTICAS 



Registo do site da PR
"Presidente da República em conferência na Universidade Carlos III, “Portugal e Espanha: Europa e América Latina Na sua intervenção inicial, Marcelo Rebelo de Sousa salientou que "2018 será um ano marcado na América Latina por importantes atos eleitorais" - o Brasil vai eleger o novo presidente em Outubro - e advertiu para "a importância das lideranças e da sua qualidade, perseverança e adesão aos ideais das sociedades livres e democráticas".



Registo do site da PR
"Sem mencionar nenhum país em concreto, falando da América Latina e da Europa em geral, o chefe de Estado disse que é preciso haver "constituições fortes e lideranças fortes, baseadas no respeito pelo Estado de direito", e sugeriu uma reflexão sobre como adaptar "sistemas políticos que são atrasados".Disse  - Marcelo afirma que "a extrema-esquerda não existe mais em Portugal" Pena que,, em seu lugar, se esteja expandindo o liberalismo selvagem, materialista, egoísta e globalista. 



OPORTUNIDADE PERDIDA – DISSEMOS NÓS - 15/02/2014 - Saída do Euro e Ibero Já Passos e Mariano Rajoy – Deviam dar passos numa moeda única – Oportunidade perdida para os dois países se livrarem da tirania ou do “nazismo económico alemão” antes que seja tarde demais - Aliás, a saída do euro é inevitável. - Já o dissemos em Maio de 2013 Saída do ... 



Registo do site da PR
MARIANO RAJOY – LONGE DE SER O MELHOR EXEMPLO DEMOCRÁTICO – Em todo o caso, deverá ser, entre os países da dita comunidade europeia, salvo o imperialismo alemão, o  mais nacionalista, o que puxa mais a brasa à sardinha espanhola – Claro, que o seu procedimento com a Catalunha, atropela os valores democráticos, do Povo catalão poder afirmar, no espaço ibérico, , a sua verdadeira autonomia e independência, tal como Portugal a conquistou, com Afonso Henriques – Sim, não é preciso   fazer da Catalunha um caso de polícia



Presidente do governo espanhol desde 2011, Mariano Rajoy aceitou dar esta entrevista por escrito ao DN por ocasião da visita de Estado do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa – E, entre as  suas declarações, eis as palavras, em que vale a pena refletir: 



Registo do site da PR
"Portugal para os espanhóis, mais do que um vizinho, é um irmão. Evidentemente existe uma relação geográfica, mas para além disso penso que em primeiro lugar partilhamos uma história; segundo, uns valores comuns em relação à democracia, à liberdade, aos direitos humanos; temos a mesma visão do mundo e da Europa; e temos de enfrentar uns desafios parecidos. No aspeto económico e comercial creio que temos uma relação verdadeiramente importante, sendo Portugal um dos nossos principais clientes no mundo e um dos nossos fornecedores mais destacados. Há mais de duas mil empresas espanholas com presença em Portugal e mantemos relações económicas de primeiro nível, algo que considero muito positivo para ambos. Espanha e Portugal são dois bons exemplos de superação das dificuldades. A mais recente delas é a crise económica que ambos sofremos. Somos dois países com um futuro muito importante no mundo. E quanto mais nos entendermos, melhor para ambos. – In  "Portugal e Espanha são dois bons exemplos de superação das dificuldades"





 OPORTUNIDADE PERDIDA  - NÃO BASTA UMA SÓ VOZ Passos quer Espanha e Portugal a uma só voz na Europa  É PRECISO UMA OUTRA MOEDA - DISSEMOS ESTAS PALAVRAS POR OCASIÃO DO ENCONTRO DE PASSOS COELHO E MARIANO RAJOY 



Passos Coelho e Mariano Rajoy encontraram-se na XXVI Cimeira Luso-Espanhola, em Madrid – Ambos os países estão a braços com uma das maiores crises económicas de sempre – Não, apenas, muito por culpa das suas políticas liberais mas também pela sua subordinação ao euro .E deveria ter sido esta a grande questão a discutir: encarar, sem rodeios, a saída do euro e a criação de uma moeda comum entre os dois países – Esta é a única moeda possível e naturalmente admissível – Tudo o mais é ficção e destruição


Segundo as declarações dos dois dirigentes políticos, Espanha e Portugal reiteraram vários compromissos –Portugal e Espanha acordam dar passos necessários para mercado regulado de gás

  No fundo, com vista mais a facilitar a vida dos grandes grupos económicos de que a contribuir para o emprego e  melhorar o nível de vida da esmagadora maioria dos seus cidadãos, já que, com vista ao bem-estar do interesse coletivo, da filosofia neoliberal,  não há muito a esperar: facilita-se a vida de um para se  escravizarem milhares – Mas, pelos menos, deveriam compreender, que, mesmo tendo em conta o seu ideário liberal, não é sob o jugo alemão que ambos os países reconquistam a sua autonomia financeira.


A Península Ibérica está situada no sudoeste da Europa. É formada por Gibraltar, Portugal, Espanha, Andorra e uma pequena fração do território da França nas vertentes ocidentais e norte dos Pirenéus, até ao local onde o istmo está situado.
É a mais ocidental das três grandes penínsulas da Europa Meridional, sendo as outras a Península Itálica e a Península Balcânica. Em área é a segunda maior península da Europa, apenas ultrapassada pela península Escandinava, tendo uma área de cerca de 580 000 km². Formando quase um trapézio, a península liga-se ao resto do continente europeu pelo istmo constituído pela cordilheira dos Pirenéus, sendo rodeada a norte, oeste e parte do sul pelo Oceano Atlântico, e a restante costa sul e leste pelo mar Mediterrâneo. Os seus pontos extremos são a ocidente o Cabo da Roca, a oriente o Cabo de Creus, a sul a Ponta de Tarifa e a norte a Estaca de Bares.[2]https://pt.wikipedia.org/wiki/Pen%C3%ADnsula_Ib%C3%A9rica

  ATÉ OS CATÓLICOS APOSTÓLICOS DE BERLIM – JÁ PEDEM CLEMÊNCIA À SUA DAMA - VISTO  QUE RATZINGER RESIGNOU



De recordar que, já há algum tempo,  “O Movimento Católico de Trabalhadores da Alemanha (KAB) emitiu um comunicado “a favor da justiça e da solidariedade na Europa”  (..) “A política de austeridade na Europa levou a uma situação que já não é aceitável do ponto de vista jurídico, porque vai contra a dignidade humana”, realça a organização, em comunicado enviado hoje à agência Ecclesia.Trabalhadores católicos alemães criticam "política de austeridade


Eis um dos seis pontos do célebre plano - 5 – To beat Germany to the draw by the occupation or flanking of all strategic outposts the Nazis may thereaten such as Iran, Dakar, the Azores, Cape Verde Islands, Turkey

"O antigo ministro das Finanças alemão e um dos fundadores da moeda única, Oskar Lafontaine, critica a política salarial da chanceler alemã, Angela Merkel, acusando-a de ser uma das responsáveis da actual e futura crise na Europa. Na opinião deste ex-governante alemão, o fim do euro é o caminho para deixar os países do Sul da Europa recuperarem. Fundador do euro critica Merkel e pede fim da moeda única

ALGUMA VEZ OS RICOS SABEM GERIR A CASA DOS POBRES?! – CADA FAMÍLIA GOVERNA A CASA COMO PODE E OS PAÍSES DEVEM SEGUIR-LHE O EXEMPLO – DE QUE SERVE TERMOS UMA MOEDA FORTE: -  PARA SERMOS CHULADOS PELA BANCA E CAPITALISMO INTERNACIONAL?

A política da atual União Europeia não passa de uma autêntica corja de malfeitores, sob o comando da Senhora Ângela. Não vale a pena alimentarem-se ilusões. O dirigente do Partido Comunista faz muito bem  exigir que  os portugueses referendem a saída de Portugal da EU e do Euro. A saída é inevitável. Mas talvez nem seja preciso referendar um tratado que já tem a morte anunciada. Os suíços deram o mote, os ingleses, que também querem proteger as suas fronteiras, seguem-lhes o caminho e não tarda que cada um puxe para seu lado.

O euro só interessa ao eixo franco-alemão. Os restantes países, são meros peões num tabuleiro de hábeis  campeões do liberalismo selvagem



 

Aviso sensato: “a União Europeia, tal como existe neste momento, “não é reformável”, o secretário-geral do PCP destacou, em entrevista à Antena 1, que está “claramente desfeito” o “princípio elevado da coesão económica e social, de uma Europa solidária, tendo em conta as orientações neoliberais que determinam as instituições europeias". Jerónimo de Sousa salientou que  "há um directório de potências que comanda e não um conjunto de países em coesão Jerónimo de Sousa defende referendo sobre saída da UE e do euro ..


A CEE, O EURO E AS ACERTADAS PREMONIÇÕES DE NATÁLIA CORREIA

«A nossa entrada (na CEE) vai provocar gravíssimos retrocessos no país, a Europa não é solidária com ninguém, explorar-nos-á miseravelmente como grande agiota que nunca deixou de ser.

A sua vocação é ser colonialista.

A sua influência (dos retornados) na sociedade portuguesa não vai sentir-se apenas agora, embora seja imensa.

Vai dar-se sobretudo quando os seus filhos, hoje crianças, crescerem e tomarem o poder.

Essa será uma geração bem preparada e determinada, sobretudo muito realista devido ao trauma da descolonização, que não compreendeu nem aceitou, nem esqueceu.

Os genes de África estão nela para sempre, dando-lhe visões do país diferentes das nossas.

Mais largas mas menos profundas.

Isso levará os que desempenharem cargos de responsabilidade a cair na tentação de querer modificar-nos, por pulsões inconscientes de, sei lá, talvez vingança!

Portugal vai entrar num tempo de subcultura, de retrocesso cultural, como toda a Europa, todo o Ocidente.

Mais de oitenta por cento do que fazemos não serve para nada.

E ainda querem que trabalhemos mais.

Para quê?


Além disso, a produtividade hoje não depende já do esforço humano, mas da sofisticação tecnológica.

Os neoliberais vão tentar destruir os sistemas sociais existentes, sobretudo os dirigidos aos idosos.

Só me espanta que perante esta realidade ainda haja pessoas a pôr gente neste desgraçado mundo e votos neste "reaccionário centrão".



Há a cultura, a fé, o amor, a solidariedade.

Que será, porém, de Portugal quando deixar de ter dirigentes que acreditem nestes valores?

As primeiras décadas do próximo milénio serão terríveis.

Miséria, fome, corrupção, desemprego, violência, abater-se-ão aqui por muito tempo.

A Comunidade Europeia vai ser um logro.

O Serviço Nacional de Saúde, a maior conquista do 25 de Abril, e Estado Social e a independência nacional sofrerão gravíssimas rupturas.

Abandonados, os idosos vão definhar, morrer, por falta de assistência e de comida.

Espoliada, a classe média declinará, só haverá muito ricos e muito pobres.

A indiferença que se observa ante, por exemplo, o desmoronar das cidades e o incêndio das florestas é uma antecipação disso, de outras derrocadas a vir.»  - Natália Correia

 

Durão Barroso  O DELFIM       inspirado pelo Senhor de Boliqueime sabia que tinha uma missão profética a cumprir  - No seu ponto de vista, Portugal era apenas uma folha de alface na salada do grande capital internacional  - Daí ter abandonado o Governo de Portugal, traindo o eleitorado que o elegeu, indo apresto e lesto a ocupar a lacuna onde o chamavam altos desígnios: a presidência da união europeia Sendo, por esse facto,  nas sondagens dos consórcios, já considerado o mais popular entre os mais  populares e influentes líderes do mundo!!!













Portugal España - SEM DEMORA! IRMÃOS UNIDOS E DE MÃOS DADAS - O maior obstáculo ao seu desenvolvimento económico não é o que está entre a fronteira mas no que vai para além da fronteira dos Pirenéus e no colosso poderio das terras do Tio Sam. . 


Eurodeputada Marisa Matias chama Macron de 'pequeno Napoleão'


NÃO NOS ENGANÁMOS QUANDO ESCREVEMOS ESTAS PALAVRAS - QUEM ESPERAVA QUE EMMANUEL MACRON IA SERVIR FRANÇA E A EUROPA, ESTÁ ENGANADO: Esta nova elite liberal é egoísta, desumana e cruel e deixa-se facilmente corromper. – Inimiga visceral da Liberdade de expressão.

Até onde vai o despudor do yuppie e chefe de Estado Francês, a nova imagem do ilusionista Tony Blair Se queremos proteger as democracias liberais, precisamos ter uma legislação forte” disse o presidente em um discurso de ano-novo a jornalistas, acrescentando que planeja mudar o papel do Conselho Superior do Audiovisual, a agência reguladora da mídia na França.

“Na época das eleições, as regras que se aplicam a conteúdos publicados em plataformas de internet não serão mais a mesmas”, afirmou Macron.
Não haja Ilusões: a nova elite, criada na abundância do riquíssimo e do parasitismo, com a expansão dos monopólios à escala global, cada vez mais recrudesce os seus instintos vaidosos e exibicionistas, no culto do depurado individualismo e  do egoísmo, autoprotegtendo os seus interesses em detrimento do bem-coletivo.

Postar conteúdos nos sites ou nas redes sociais, que não sejam do agrado do liberalismo global, vão limitar-se apenas a meras mensagens entre amigos  - E para onde também  apontam as constantes noticias de sistemáticos ataques à redes sociais

 E, mesmo assim, com fortíssimas  limitações – Os dourados tempos em que as novas tecnologias, surgiam com uma mais valia para que voz dos cidadãos pudessem manifestar livremente a sua opinião – à margem da censura dos Governos e dos media. que estes controlam à escala global – sim, no sentido de se contribuir para um mundo  mais justo e solidário, vai sendo cada mais uma remota possibilidade, que se vai estreitando e progressivamente extinguindo

A cruzada de noticias negativas das redes sociais, é uma constante: Francisco Pinto Balsemão, o grande patrão da SIC, do maior império dos media, considerou que uma grande parte das notícias "são rumores perigosíssimos" "provenientes de pessoas que se acovardam" – Todavia, é o mesmo grande patrão que sucessivamente  vibra ataques às redes sociais Pinto Balsemão critica ″lixeira″ em redes sociais e motores de busca e apelam censura da liberdade de expressão.

O LIBERALISMO SELVAGEM GLOBAL É UMA AMEAÇA À HUMANIDADE À ESCALA PLANETÁRIA 

O capitalismo selvagem global, inimigo visceral da verdade informativa, cada  vez mais aperta o cerco à liberdade de expressão, a pretexto  de que  milhares de contas em redes sociais  têm espalhado por todo o mundo e em todas as línguas mentiras inventadas para prejudicar políticos, figuras públicas, jornalistas, etc

E estes paladinos do grande capital, sem fronteias, que são eleitos através de poderosas meios de comunicação social, que controlam a seu belo prazer, não toleram ser denunciados nem criticados pelos abusos do poder e, tomam a critica, como noticias falsas: tudo que não vá de encontro aos seus obscuros desígnios é falso, e, portanto, deve ser cesurado .

O presidente da FrançaEmmanuel Macron, anunciou na passada quarta-feira planos de uma reforma das leis de imprensa com o objetivo de combater a disseminação de “fake news” nas redes sociais — que ele considera uma ameaça à democracia

Macron afirmou que ele e o time que coordenou sua campanha às eleições presidenciais de 2017 foram vítimas de notícias falsas e de um ataque hacker. Desde que assumiu o cargo, em maio, o presidente francês tem sido crítico da mídia russa e chegou a acusar o canal de televisão russo RT de plantar desinformação sobre ele durante a campanha através de seu site e de suas redes sociais.

No entanto, estes impostores podem disseminar as noticias falas que lhes apetecer : Emmanuel Macron acusado de divulgar informações falsas Russia Today e Sputnik querem processar o candidato presidencial francês. Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/emmanuel-macron-acusado-de-divulgar-informacoes-falsas


COMÉRCIO CHINÊS DE VENTO EM POPA - ENQUANTO AS NOSSAS FÁBRICAS ENCERRAM    -07/12/207 General Electric despede 200 trabalhadores em Setúbal > TVI24 27/11/2012  Unicer fecha fábrica em Santarém e despede 70 trabalhadores .... 12/12/2017  Antiga fábrica da Triumph prevê despedir 150 trabalhadores em ... …Fábrica de Mangualde vai dispensar 400 trabalhadores - Economi04/05/2017 Empresa de Isabel dos Santos despede mais de 400 trabalhadores ...


Qimonda: Fábrica de Vila do Conde despede 600 trabalhadores  -----  …Grupo Ricon em insolvência, 800 trabalhadores em risco > TVI24 .. Gant em Portugal à beira de falência com 800 trabalhadores em risco



Bush, o grande ideólogo de Durão Barroso, dizia que era preciso paciência para instaurar a Nova Ordem Mundial Financeira - Não foi preciso muito tempo - Agora é apenas uma questão de meter mais uns golos na própria baliza das vítimas, encostar às redes a Grécia, Portugal e Espanha - Os países do leste, esses, já estão mais de que abocanhados, visto terem passado de um extremo ao outro - Os países árabes já se passaram quase todos para a "Primavera da Nato" - Os mais renitentes,o Irão e a Síria, lá irão a seu tempo.A China e o Japão controlam o oriente  - e já dominam praticamente as economias do resto do mundo - A Europa mantém aparência de uma comunidade, mas é fogo de vista: quem mandam são os alemães,liderados pela  dama implacável.



 "As grandes empresas têm um novo plano para encher seus bolsos: um acordo global apoiado em um tribunal internacional para colocar esse acordo em prática, mantido em segredo por anos (até mesmo de nossos legisladores!) e logo cairá como uma Estrela da Morte sobre nossas democracias. A indústria do Tabaco, do Petróleo, a Farmacéutica, o Walmart e quase 600 lojistas representando as empresas privadas estão se debruçando sobre o rascunho do acordo -- incluindo limites para as leis de fumo e tabaco, medicamentos baratos e liberdade de expressão na Internet" .VISÃO CÓSMICA:ro
O nazismo defende que uma nação  é a máxima criação de uma raça.   Consequentemente, as grandes nações (literalmente, nações grandes) seriam a criação de grandes raças." - O que não fizeram com as armas, vão fazê-lo obrigando-nos a vender as melhores empresas públicas que temos

A ENTRADA PARA O EURO DA SENHORA MERKEL NÃO FOI MAIS DE QUE UMA ISCA LANÇADA PELA ALEMANHA  PARA MATERIALIZAR O EXPANSIONISMO QUE HITLER NÃO CONSUMOU.  

REPITO - Já defendi neste site que a única solução para Portugal e Espanha é a criação do Ibero - Volto aqui a repetir o que disse em  ...O EURO É UM VELHO SONHO MEGALÓMANO DE HITLER E NAPOLEÃO.

VENHA DAÍ O IBERO! - JÁ!!! - ESTA É A ÚNICA MOEDA QUE FAZ FALTA E INTERESSA A PORTUGAL E A ESPANHA - O EURO É UMA CRIAÇÃO CONTRA-NATURA E ARTIFICIAL, PARA FAVORECER EIXO FRANCO-ALEMÃO 

- O grande sonho de Hitler e que esteve na génese da segunda guerra mundial - Por isso, os ingleses ficaram de fora, preferindo prosseguir da sua ilha a mesma saga da pirataria colonial