expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 27 de maio de 2009

DUAS CELEBRIDADES À SUA MANEIRA - O ANTIPOP E O POP - AS SUAS VOZES SERÃO ETERNAS















Não têm propriamente os mesmos gostos musicais e muito menos os mesmos ideais. Mas ambos gostam de música e foram talhados para a fama - durante as suas vidas e para além das suas vidas. Nasceram no mesmo mês. Mas são de signos diferentes: Fidel é do signo Leão; Jackson, do signo Virgem.

Fidel Castro nasceu no dia 13 de Agosto de 1926, em Birán, actual Província de Holguín (leste de Cuba). Filho de Ángel Castro, imigrante espanhol e latifundiário, e Lina Ruz, que conheceu a Ángel trabalhando em sua fazenda.

Quando Fidel tinha quatro anos, seu pai o enviou à Província de Santiago de Cuba. Aos oito anos, foi baptizado como Fidel Hipólito, e apenas aos 17 anos foi reconhecido pelo pai e registrado com seu nome definitivo: Fidel Alejandro Castro Ruz.

O pai de Fidel teve dois filhos com sua primeira mulher e cinco com a mãe de Fidel, entre eles Raul Castro.

Michael Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958, na cidade de Gary, Estado de Indiana (EUA)

Jackson, além de cantor, compositor e dançarino, também ficou conhecido por suas excentricidades. O cantor entrou para a carreira artística aos 5 anos de idade. Seu pai, Joseph Jackson, trabalhava como operário e tinha feito parte de grupos musicais inexpressivos.

Em 1965, decidiu criar uma banda com cinco dos seus nove filhos, o Jackson Five, formado por Michael, Jackie, Tito, Marlon e Randy. O grupo venceu um concurso de talentos em uma escola com a música "My Girl".

O Jackson Five entrou para a história musical do país por ser a primeira banda formada por negros a fazer sucesso. Em 1971, aos 13 anos de idade, Michael gravou um single solo: "Got To Be There", e no ano seguinte lançou o disco "Ben". Dois anos depois, destacou-se com "Music and me". Em 1975, os irmãos mudaram o nome do grupo para "Os Jacksons".

Nenhum comentário: