expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sábado, 4 de setembro de 2010

CARLOS QUEIROZ - PERTURBA A SELECÇÃO NACIONAL E DEVIA TER A DIGNIDIDADE DE DEMITIR-SE IMEDIATAMENTE




Carlos+Queiroz.jpg

Carlos Queiroz é mau treinador e tem mau carácter - Enquanto ele não for definitivamente afastado ou se afastar, quem sofre as consequências, é a selecção nacional - cujos atletas, não só sentem a ausência de um líder, como têm a percepção de que, o vínculo que ainda mantém, é um factor altamente perturbador.

Depois de tudo que se passou, Queiroz, não tem condições de voltar a treinar a selecção portuguesa. E, se fosse sensato, devia apresentar a sua demissão ou procurar negociar uma saída honrosa. Mas nem isso pretende. É das tais pessoas que não gosta de assumir as responsabilidades dos seus erros e procura sempre um bode-expiatório: há dias voltava-se contra Gilberto Madaíl, agora volta-se contra o governo: diz que estar a ser vítima de julgamento governamental.

Na verdade, e, conforme dissemos na postagem (.TREINADOR CARLOS QUEIROZ - LEVA CHUTO AMIGÁVEL E MOLE) "quando as pessoas não têm a coragem de assumir as suas responsabilidade,s tentam sempre urdir mil malabarismos e sacudir a água do capote - Esse comportamento não é novo: é a reacção típica dos incompetentes e dos mal formados - Pena que só agora se tenham dado conta, que, tal desculpa esfarrapada, só podia vir de Carlos Queiroz - Além de injusto para quem o promoveu a um cargo que não merecia, ainda por cima é traiçoeiro e mal agradecido.



DR. Gilberto Madaíl - que espera? - Como ele não tem a hombridade de colocar o cargo à disposição, instaure um inquérito (tem mais que motivos para o fazer) e ponha-o na rua!!


Eu já havia imaginado que o espertalhaço havia de ser o primeiro a dar o coice a Gilberto Madaíl - Tenho muita admiração pelo Presidente da Federação Portuguesa de Futebol - Ele não merecia tal injustiça: se houve quem se empenhasse pelo bom desempenho da nossa selecção e lhe garantisse todos os meios, Madail foi realmente a figura central - E, às vezes, com que sofrimento!… Afável, culto, bom conversador, íntegro. Conheci-o, pela primeira vez, na década de 80 no Botequim, no Largo da Graça, lugar de tertúlia, onde a poetisa Natália Correia, era a figura de topo - hoje legenda de um tempo que a memória tão cedo apagará .

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008 CARLOS QUEIROZ FOI AO CARNAVAL DO BRASIL E PERDEU A MÁSCARA.


..

Nenhum comentário: