expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 8 de junho de 2011

SOLSTÍCIO DO VERÃO, 21 DE JUNHO 2011, PEDRA DO SOL, MONTE DOS TAMBORES, CHÃS, FOZ CÔA:COM O ASTRÓNOMO MÁXIMO FERREIERA E O HISTORIADOR VASCO RODRIGUES

Welcome - This is our "STONGENGE" - Magnificent prehistoric calendar, located on Mount of the Drums, village Chãs, V. N. Foz Coa, Portugal.



.







This is the wonderful land of the temples of the sun and the Sacred Valley Coa - These are the places where primitive men, erected fabulous solar calendars on giant granite boulders - and also the area (perimeter) where men of the Upper Paleolithic, they entered fantastic pictures on slate plaques - As Gravuras Paleolíticas do Vale do Côa - World Heritage Site...

Esta é a maravilhosa terra dos templos do sol e do Sagrado Vale do Côa - Estes são os lugares onde os homens primitivos, ergueram fabulosos calendários solares em gigantes pedras de granito - E também a área (perímetro) onde os homens do Paleolítico superior, inscreveram fantásticas gravuras em placas de xisto - Património da Humanidade.As Gravuras Paleolíticas do Vale do Côa.

.


.

-

.
................"Ah querem uma luz melhor que a do sol! Querem".


.



.





SOLSTÍCIO DO VERÃO, ASSINALADO, EM FOZ CÔA E ALDEIA DE CHÃS, DIA 21, COM VÁRIAS INICIATIVAS CULTURAIS, CIENTIFICAS E FESTIVAS DA CÂMARA MUNICIPAL E COMISSÃO DAS CELEBRAÇÕES NOS TEMPLOS DO SOL

O dia maior do ano vai ser celebrado, no concelho de Vila Nova de Foz Côa, na próxima Terça-feira, numa verdadeira maratona cultural, na qual participam, o astrónomo Máximo Ferreira, Adriano Vasco Rodrigues, um técnico do Parque Arqueológico e um linguista.

A jornada cultural começa ao meio da manhã, com uma visita ao Museu do Côa, seguida de um colóquio, depois de almoço, no Centro Cultural de Foz Côa, subordinado aos “Templos do Sol”, moderado pelo ex-presidente da Assembleia Municipal, poeta e escritor, Dr. Manuel Daniel.



Prossegue às 18.30, na aldeia de Chãs, com um cortejo druida acompanhado por um grupo de gaiteiro de Miranda, com partida do adro da igreja para a Pedra do Solstício, no Monte dos Tambores - O imponente megálito pré-histórico, com três metros e meio de diâmetro, tem a forma arredondada e está direccionado a poente, ficando em perfeito alinhamento com os raios do ocaso - Esse será o momento solene mais aguardado, estando previsto para as 20.43,após o que se seguira uma homenagem ao poeta Eugénio de Andrade e Fernando Baltazar, na "Pedra dos Poetas

.







A curta distância do local, situa-se o Santuário da Pedra da Cabeleira, atravessado pela sua gruta ao nascer do sol nos equinócios. Ambas as estruturas graníticas, que supõe terem servido de calendários solares e locais de culto, fazem parte dos chamados alinhamentos sagrados, sendo o Stonehenge, o mais famoso.

À noite haverá o tradicional arraial dos Santos Populares, no adro da igreja.

NÃO FALTE - VAI SER UM DIA ESTIVAL , INESQUECÍVEL E FESTIVO -

 Em mãos dadas com a ciência e as tradições ancestrais. Com astronomia e astroarqueologia, etnografia, história, linguística e arqueologia: a importância dos primitivos calendários solares, a relação do homem aos ciclos da natureza, à fertilidade da terra e ao culto do Sol - E o seu amor à arte, à poesia, à música, ao místico e ao sagrado.
COLÓQUIO “TEMPLOS DO SOL”

CONVIDADOS:Dr. Manuel Daniel – Moderador: Advogado, Poeta e Escrito;Dr. Máximo Ferreira – Astrónomo e Director do Centro de Ciência Viva de Constância: Dr. Adriano Vasco Rodrigues – Historiador e Etnógrafo; Dr. André Santos - Mestre em Arqueologia – Parque Arqueológico do Vale do Côa; Dr. Albano Chaves - Linguista -Diário de Noticias anuncia em cartaz - Bem-Hajam Solstício do Verão assinalado em Foz Côa e Aldeia de Chãs - Cartaz ..



NO IMENSO COSMOS SOMOS APENAS UM MINÚSCULO GRÃO DE AREIA MAS PERTENCEMOS AO MESMO TODO! AO SUPREMO UNIVERSO MARAVILHOSO!- PORÉM A VIDA HUMANA É BREVE, QUASE ETERNOS SÃO OS ASTROS MAS SÓ A INTELIGÊNCIA UNIVERSAL É PERENE - GLÓRIA AO SOL E A DEUS NAS ALTURAS E PAZ NA TERRA AOS HOMENS DE BOA VONTADE! - SEDE BEM-VINDOS A UM DOS MAIS PRIMITIVOS CALENDÁRIOS SOLARES, ESFERA SIMPLES EM PEDRA GRANÍTICA LASCADA, MAS TALVEZ DOS MAIS BELOS TEMPLOS QUE GLORIFICAM E CELEBRAM A ESPLENDOROSA LUZ QUE TUDO ANIMA E VIVIFICA.



.


VAMOS RENOVAR, UMA VEZ MAIS, A NOSSA SAUDAÇÃO AO DIA MAIS LONGO DO ANO - COM UM CORTEJO DRUIDA, MOMENTOS DE POESIA E DE MÚSICA CÉLTICA - COM SONS DOS TAMBORES E AS GAITAS DE FOLES DOS FAMOSOS GAITEIROS DE MIRANDA (GRUPO OS GAITEIRICOS)

CERIMÓNIA QUE TERÁ O SEU EPÍLOGO, JUSTAMENTE NO MOMENTO EM QUE O GRANDE LEÃO DOS CÉUS COMPLETA A SUA MÁXIMA CURVATURA.- NO MOVIMENTO APARENTE, EM LATITUDE DO EQUADOR 

 
- Segue-se a romagem à "PEDRA DOS POETAS ", onde será prestada uma singela homenagem ao Poeta Eugénio de Andrade e a Fernando Baltazar, distinto filho da terra e um dedicado colaborador destas celebrações, que recentemente partiu para se juntar aos templos da eternidade da luz


No período da manhã, decorre uma visita ao MAAVC Museu de Arte e Arqueologia do Vale do Côa, seguida de almoço, após o que terá lugar um colóquio no auditório do Centro Cultural, moderado pelo Dr. Manuel Pires Daniel - estudioso e um homem de saber, natural de Meda, mas residente, há muitos anos, em Foz Côa, grande devotado à vida municipal e ao estudo e divulgação do património cultural e histórico das nossas gentes, personalidade bem conhecida no nosso concelho e na região - Apraz-nos registar a sua presença, que é sempre uma mais valia, onde participa. O inicio do evento está previsto para às 14.30 da tarde - Findo o qual, seguir-se-á a deslocação para a aldeia de Chãs, num autocarro posto à disposição dos interessados, pelo município. 

A iniciativa é da própria C. M. Foz Côa- Foz Côa, que dirigiu o convite ao PARQUE ARQUEOLÓGICODO VALE DO CÔA e a vários estudiosos, nomeadamente: ao arqueólogo, historiador e etnógrafo, Prof. Adriano Vasco Rodrigues, natural de Longróiva, figura, igualmente muito admirada e um dos mais reputados e devotados especialistas do património arqueológico do nosso distrito, tendo sido o PRIMEIRO INVESTIGADOR a debruçar-se sobre o santuário rupestre da Pedra da Cabeleira de Nossa Senhora, no Monte dos Tambores; outra presença confirmada, que respondeu ao convite do município, foi o astrónomo Prof. Máximo Ferreira, Presidente da Câmara de Constância, actual coordenador cientifico do Centro Ciência Viva de Constância , personalidade das mais consideradas na astronomia, em Portugal, fazendo do seu estudo e divulgação, um autêntico sacerdócio - Ambos, os participantes, a que nos referimos, já nos deram o prazer das suas visitas em anteriores cerimónias -
Apraz-nos também sublinhar, a participação do linguista Dr. Albano Chaves e do Dr. André Santos - Mestre em Arqueologia – do Parque Arqueológico do Vale do Côa, colaboração que realçamos. Não pedimos que estejam de acordo com a nossa opinião, mas apraz-nos registar a sua presença - Foi com alguns técnicos do PAVC, que iniciámos timidamente as primeiras celebrações e e julgo que é pois com muito prazer que nos voltaremos a a encontrar.

O local da reunião, será no adro da igreja, donde sairá às 18.30 o cortejo druida e solsticial, em romagem ao calendário solar, que contará com um grupo de gaiteiros - Para uma vez mais se evocarem tempos idos, recuperar a memória de tradições perdidas e celebrar aquele que é o dia mais desejado do calendário solar - o Verão: o tempo da maturação e abundância dos frutos, do convite à liberdade e ao lazer das manhãs repletas de luz e das tardes longas e soltas de alegria e de emoções inesgotáveis.
 


 
 Contamos consigo - seja o mais modesto cidadão ou mais interessado no conhecimento e na investigação da nossa ancestralidade: venha partilhar connosco a alegria e a emoção de momentos de rara beleza e esplendor!
Venha compreender, um pouco melhor, com a explicação de investigadores e estudiosos, a razão pela qual se sucedem e como sucedem os solstícios e porque motivo o homem, mesmo o mais primitivo, quis regular a harmonia das suas vidas, com o movimento aparente do sol - e até da lua e de outras estrelas, edificando calendários solares, sendo o mais conhecido o de Stonehenge- - Mas existem muitos mais, noutros pontos do globo, igualmente importantes .ARCHEOASTRONOMY.

E, também, querendo acompanhar esses mesmos especialistas, na sua visita ao Museu do Côa ou no colóquio, poder dispor de um conhecimento mais aprofundado do património arqueológico e cultural de Foz Côa e concelhos limítrofes - tão riquíssimo e já classificado como Património da Humanidade 

E, por fim, terminando o dia, associando-se à celebração do início do Verão, junto a um dos lugares eleitos por civilizações, igualmente muito antigas: que nos antecederam, não se sabe bem quando, mas supõem-se que há vários milénios, pois os utensílios e restos de povoados, que resistiram ao longo das eras, assim o atestam: machados de pedra, mós de rolos, vestígios de povoados e castros, gravuras, fossetas e até amuletos em osso - e, pelo menos, uma pintura, a que dá ao nome a um outro templo, direccionado com os equinócios (a Pedra da Cabeleira de Nossa Senhora), constituem-se como elementos reveladores que vêm confirmar a existência, a fixação e a passagem de vários povos naquela área, nomeadamente desde o neolítico e calcolítico - sendo os sítios mais emblemáticos os diversos núcleos das famosas gravuras paleolíticas do Vale do Côa - a cuja perímetro se circunscrevem os Templos do Sol -

Por isso, tendo oportunidade de o fazer, não falte: além de poder partilhar connosco no mesmo sentimento, irmanado na comunhão com a natureza e as suas estações, achamos que a sua opinião poderá ser muito importante para o desfazer das muitas dúvidas e mistérios que ainda pairam no espírito do lugar - No entanto, de um pensamento estamos quase certos: de que, afinal, os nossos ancestrais, que por ali passaram e por ali se fixaram, não deveriam ser tão atrasadas na astronomia e na sua relação com o cosmos e o seu meio, quanto se possa julgar.

O lugar é magnífico e sedutor, capaz de lhe deslumbrar o espírito, de lhe infundir renovadas e purificadoras energias que o quotidiano, fastidioso, enturpecedor e agressivo, lhe rouba ao longo dos 365 dias, numa sociedade toda ela voltada aos falsos prazeres de um desbragado consumismo e bens materiais.

 
Não perca esta oportunidade: venha contemplar os últimos raios desse tão auspicioso dia, em perfeito alinhamento com o horizonte a ocidente, rasando o alto da curvatura de uma autêntica esfera solar e armilar (a Pedra do Sol, oh! sim mas que símbolo mais genuíno, fascinador) e o pequeno círculo, incrustado um pouco mais a ocidente, sobre a superfície rochosa do pequeno anfiteatro, que se destaca da granítica vertente que se eleva, lá desde o fundo do fertilíssimo vale maravilha, oferecendo-lhe uma panorama única, verdadeiramente singular: - Um pôr-do-sol que a sua retina (estamos certos) jamais esquecerá, matizado de magia e misticismo, prenhe de nostalgia e de um radiante e terno esplendor, capaz de lhe vibrar a alma, de ternura e paz, lha encher de luz da mais sublime candura e espiritualidade.

VISTA DO QUADRANTE NORTE OU DO QUADRANTE SUL TOMA A FORMA DE UM ESTRANHO CRÂNIO - TAL COMO A PEDRA DA CABELEIRA VISTA DE TRÁS

.










HOMENAGEM AO POETA EUGÉNIO DE ANDRADE E AO PROF. FERNANDO BALTAZAR
NA "PEDRA DOS POETAS " OU "PEDRA FERNANDO ASSIS PACHECO" - MONTE DOS TAMBORES- ALDEIA DE CHÃS - V.N DE FOZ CÔA


.



Pelas 21 horas, após a cerimónia solsticial, junto à "PEDRA DO SOL", o cortejo dirigir-se-à para a "PEDRA DOS POETAS", junto ao Castro do Curral de Pedra, nas proximidades, onde, à semelhança dos anos anteriores, se fará uma homenagem evocativa e simbólica, àqueles que, de uma forma ou de outra, incarnaram nas suas vidas, o amor à Natureza e ao próximo, aos valores da arte, da cultura, da beleza e poesia.


 

Serão lidos poemas de Eugénio de Andrade, ao grande poeta Amigo Mais Íntimo do Sol , autor de o Sorriso ; "Poema à mãe; O Silêncio; Desde a Aurora ; O Amor; Urgentemente; Até Amanhã; Juventude;Coração Habitado; Procuro-te; Sobre o Caminho; As Palavras Interditas; Adeus, entre tantas outras maravilhosas poesias, que compõe a sua magnífica obra.

.

.


Será ainda depositada, na "Pedra Fernando Assis Pacheco" - "A Pedra dos Poetas" - uma coroa de flores, como gesto da mais profunda saudade a um dos nossos mais dedicados colaboradores das celebrações nos Templos do Sol, um filho muito admirado e querido desta aldeia, a que nos referimos em PROF.FERNANDO BALTAZAR, UM DOS NOSSOS MAIORES AMIGOS.



CEIA-TRADICIONAL-CONVÍVIO DOS SANTOS POPULARES OFERECIDA PELA JUNTA DE FREGUESIA DE CHÃS - NO ADRO DA IGREJA, ASSINALANDO AS FESTIVIDADES AO DIA MAIOR DO ANO E O REGRESSO DO MONTE DOS TAMBORES



Para todos aqueles que queiram prolongar a tarde festiva e gozar ainda umas agradáveis horas de saudável convívio e de lazer, pela noite adentro, a Junta de Freguesia de Chãs, oferecerá uma ceia tradicional, alusiva ao dia e aos santos populares, no adro da Igreja, onde não faltarão momentos musicais e de muita alegria e boa disposição


Para todos aqueles que queiram prolongar a tarde festiva e gozar ainda umas agradáveis horas de saudável convívio e de lazer, pela noite adentro, a Junta de Freguesia de Chãs, oferecerá uma ceia tradicional, alusiva ao dia e aos santos populares, no adro da Igreja, onde não faltarão momentos musicais e de muita alegria e boa disposição








A
POIOS, Colaboração e Agradecimentos : do PARQUE ARQUEOLÓGICO DO VALE DO CÔA ; Dra. Teresa Duarte Marques, presidente da Junta de Freguesia de Chãs; Câmara Municipal Vila Nova de Foz Côa, que, através do empenho do Presidente, Eng. Gustavo Duarte, em estreita coordenação com o Vereador da Cultura, Dr. João Paulo Lucas Donas Botto Sousa e do dinâmico jovem, Dr. Pedro Daniel, que está à frente da Fozcôactiva, E.E.M - . sim, graças à boa vontade do município fozcoense, é possível que a celebração do solstício, se transforme numa verdadeira jornada evocativa e cultural e num âmbito mais alargado ao nosso concelho. Por outro lado, o seu precioso apoio, é ainda extensivo à presença de um grupo de gaiteiros de Miranda - A todas essas entidades e personalidades, já referidas, aos nossos amigos do Foz-Côa Friends e ainda à CALCATERRA - Agroturismo em Mêda que, como já vem sendo habitual, nos tem igualmente apoiado, os sinceros agradecimentos da Comissão Organizadora das Celebrações nos Templos do Sol.

Aos proprietários da área onde se situam os sítios, Teresa Duarte Marques, Fernando José Baltazar, José Guerra. Bem assim, à inestimável colaboração - aos amigos desde a primeira hora: Amélia Lourenço, António Loureço, Jacinto Lucas e Silvério Baltazar
UMA PALAVRA TAMBÉM DE MUITO APREÇO A OUTROS INVESTIGADORES E PERSONALIDADES QUE NOS DERAM A HONRA E O PRAZER DA SUA PRESENÇA EM CELEBRAÇÕES ANTERIORES

 
E o nosso reconhecimento ao Prof. Dr. Moisés Espírito Santo, que nos ofereceu um interessante ESTUDO INÉDITO; ao radiestesista Tom Graves que VEIO DA AUSTRÁLIA PARA ESTUDAR AS PEDRAS DO SOL. E AO DR.LIMA GARCIA E SÁ COIXÃO. À ASSOCIAÇÃO CULTURAL PAGÃ DE.. PFI - PORTUGAL .. A PRESENÇA DE PAGÃOS IBÉRICOS.Actor João Canto e Castro, Jorge Carvalho e Gonçalo Barata; Mila Simões de Abreu, que já aqui trouxe uma verdadeira embaixada de investigadores; Extinta Companhia de Dança de Lisboa, Amalgma; Hare Krishna, Quorum Balleth, entre outras participações




.


.






.





.






..







Nenhum comentário: