expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 13 de março de 2012

CASO MADELEINE MACCANN(REABERTO)E RUI PEDRO(FECHADO)A INCOMPETÊNCIA DAS INSTITUIÇÕES JUDICIAIS, MAIS SUBORDINADAS AO CARTÃO POLÍTICO DE QUE AO MÉRITO




 

Esta postagem, inicialmente editada em Desoculto Noturno, na personagem de Luís de Raziel, mas, tendo sido extinto, foi  transferida para este site com a mesma data 


A INEFICÁCIA DE BRADAR AOS CÉUS QUE DEIXOU ESCAPAR OS CULPADOS


Alguns sectores da administração pública (militares, judiciais, etc) continuam ainda a manifestar a sua ineficácia e a ser face visível do critério que tem imperado em Portugal para a admissão ou promoção: basta exibir o cartão político - Não se olha à competência mas à subserviência política - Claro que não podemos generalizar, pois há profissionais muito dedicados e competentes - Mas é um facto que ainda prevalece a sacra cunha: em vez de nos distanciarmos dos erros do fascismo, pelo contrário, fomos buscar o que de pior nos legou - Os militares que fizeram a revolução, são hoje personas non gratas - Foram ex-comungados - Quem aparece nas televisões, é Loureiro dos Santos a defender envio de mais tropas portuguesas para o Afeganistão, atoleiro igual ao do Iraque, 0nde os Talibãs prometem vingança dura aos massacres e humilhações de que tem sido vítima a população pela afronta belicista da Nato, podendo assim surgir por aí um 11 de Setembro ainda mais desastroso - - Sobre Otelo Saraiva de Carvalho e de outros corajosos militares, do 25 de Abril, que arriscaram as vidas para nos livrarem da ditadura e instaurarem a democracia, sim, sobre eles, pendem é ameaças ou processos de vária ordem





 
CASO MADELEINE MACCANN E Rui Pedro - VÍTIMAS DA MESMA INCOMPETÊNCIA - DE PROFISSIONAIS ARROGANTES E AUTORITÁRIOS, QUE A ÚNICA COISA QUE SOUBERAM FAZER, FOI DE DAR NAS VISTAS E PROMOVEREM-SE NOS JORNAIS E NAS TELEVISÕES -


Depois em livros, vêm arvorados em vítimas, ganhando dinheiro à custa das mesmas. - Pois então: desaparecimento de MadeleineMcCann , coroado com o best seller do Sr. Gonçalo Amaral  - Suficientemente ilustrativo dos oportunismos e de uma certa incompetência. -Não para fazer luz ao fundo do túnel mas para se lançarem ataques e facturar.


O PAPEL DE UM INSPECTOR DA JUDICIÁRIA É INVESTIGAR E NÃO JULGAR - PARA ISSO NÃO ERAM NECESSÁRIOS OS TRIBUNAIS


Gonçalo Amaral disse : "Madeleine morreu acidentalmentee que os pais esconderam corpo" - Claro que se fosse noutro país onde a justiça funcionasse, ou provava a acusação ou ia de cana

Não vale a pena estar aqui a dissertar muito sobre o que se passou - Para bom entendedor meia palavra basta - E, quem quiser reflectir sobre os dois casos, não lhe falta matéria - Daí que tenha sido com agrado que os pais de Madeleine McCann, a menina inglesa que desapareceu durante as férias da família, em 2007, e nunca mais foi vista, receberam a notícia de que a Scotland Yard e a Polícia Judiciária do Porto iriam retomar uma colaboração na investigação a este caso que continua por resolver. PJ do Porto e Scotland Yard retomam caso Maddie - Mas também para quê? - O que começa torto jamais se endireita





O INSPECTOR DE MEMÓRIA CURTA - O QUE ELE ANDOU A DIZER DOS PAIS DA INFELIZ CRIANÇA E DA POLÍCIA INGLESA!

CERTEZAS DE UM ILUMINADO.

 "A polícia britânica tem estado unicamente a trabalhar sobre aquilo que o casal McCann pretende e lhe convém" - «Foi num tom explosivo e revoltado que o coordenador da investigação sobre o caso Madeleine, Gonçalo Amaral, comentou em breves declarações ao DN a notícia publicada ontem em vários jornais ingleses» In PJ acusa polícia inglesa de estar a favorecer o casal Mc Cann - -

Quer dizer que a experimentadíssima Scotland Yard não podia investigar segundo os seus critérios?!... Tinha que andar à trela dos pontos de vista do Sr. Amaral!.. Era dessa maneira que queria a sua colaboração?!... Nós, os aportugueses, ou temos o complexo da arrogância e superioridade ou da subserviência e inferioridade: parece não haver meio termo



AGORA, NAS DECLARAÇÕES À SIC, JÁ É UMA BOA NOTÍCIA!




UM INSPECTOR QUE, EM VEZ DE SE TER CONCENTRADO NAS INVESTIGAÇÕES, ALIMENTAVA MANCHETES E POLÉMICAS NOS JORNAIS E DEFERIA ACUSAÇÕES A TORTO E A DIREITO SEM AS DEMONSTRAR COM FACTOS SUFICIENTEMENTE FUNDAMENTADOS OU DOCUMENTADOS - ALIMENTANDO POLÉMICAS E RICOCHETES.


- Coordenador da PJ acusa polícia inglesa de só investigar pistas favoráveis aos McCann; Gonçalo Amaral acusa advogadade McCann de ‘desobediência’; McCann acusam Gonçalo Amaral de violação do segredo de justiça; Gonçalo Amaral acusa os McCann de terem destruído milharesde livros; Tribunal autoriza venda do livrode Gonçalo Amaral


SITUAÇÕES ROCAMBOLESCAS QUE DÃO QUE PENSAR: Um dos inspectores da PJ que investigaram o caso Maddie cai em ratoeira numa armadilha na internet; Inspector que investigou caso Rui Pedro é alvo de processo disciplinar





CASO RUI PEDRO - TRIBUNAL SELA DEFINITIVAMENTE O ÚLTIMO GRITO DE UM INOCENTE - O GRITO QUE ELE NÃO TERÁ DEIXADO DE DAR, QUANDO SE VIU TRAÍDO E AMORDAÇADO - MAS, PIOR DO QUE ISSO: O MAIS CERTO NA IMINÊNCIA DE SER USADO E MORTO

A prostituta Alcina Dias não era nenhuma Maria Madalena A prostituta perdoada- Qual meretriz arrependida e absolvida... - Claro, se fosse beatificada, até o inspector talvez se lhe ajoelhasse aos seus pés -


Nenhum comentário: