expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

segunda-feira, 12 de março de 2012

O TERRORISMO CLIMÁTICO NÃO É FICÇÃO: AGÊNCIAS DE RATING, É APENAS UM DOS ALIADOS DO CAPITALISMO GLOBAL




 
 Poderá não chover no Inverno mas lá haverá de ver na Primavera - Para já, quem lucra mais com a falta de chuva, são os mesmos agrários que- ou porque chove muito ou porque houve pouco - sacam uns milhões ao Governo e à Comunidade Europeia - Mas lá que há possibilidades de terrorismo climático, isto está mais de que demonstrado.TERRORISMOCLIMÁTICO: NÃO É FICÇÃO.


AS ARMAS QUÍMICAS SERVEM PARA MATAR E ALTERAR O CLIMA - Portugal com risco de seca extrema em Fevereiro


Depois do ataque das Agências de rating, os gigantes controladores sob a alçada do senhores do grande capital, aí estão os efeitos devastadores de mais uma das poderosas armas do terrorismo global - É um facto que o clima anda doente, tão doente como tem andado a própria sociedade, devido às constantes agressões, toneladas de agentes poluidores que todos os dias são descarregadas na atmosfera, por força do consumismo desregrado, imposto pelo liberalismo selvagem, mas não menos verdade que há outros factores (de que não se fala) que poderão influenciar, de forma ainda mais devastadora, o próprio clima: o terrorismo climático.




Muito mais que o El Niño ou a La Niña, cuja existência é conhecida, o que se desconhece, são as manobras sórdidas pelos controladores do dólar ou do euro - E essa ameaça, tanto pode vir do lado de lá do atlântico, da CIA, como do lado de cá, dos seus aliados ingleses, que são mais americanos de que os próprios americanos e que estão na União Europeia, unicamente para se servirem das vantagens e não partilharem os seus custos.





Aviões militares,americanos e ingleses (aliás, eles são da Nato) além de poderem usar as bases das Lajes no Açores, cruzam os ares e os mares, com absoluta liberdade e total impunidade - E podem despejar, cá para baixo, à hora que quiserem e onde quiserem, não apenas o rasto deixado pelas toneladas de agentes poluidores, por força do combustível que consomem, mas outras descargas, impossíveis de controlar.

A LUTA DO MAL SOBRE OS POVOS - NÃO DISTINGUE A NATUREZA DAS SUAS ARMAS, NEM OLHA A MEIOS PARA ATINGIR OS PÉRFIDOS FINS

Querem atacar o Irão, sob o pretexto de que, a posse de armas atómicas, pode constituir uma ameaça para os israelitas, ou seja, estes podem usar as armas que quiserem, os árabes, esses, são uns malandros, não têm direito a defenderem-se - Mas o golpe não é apenas o de impedirem que os iranianos se possam defender das agressões do imperialismo, que nos últimos tempos (sob a capa das primaveras da liberdade) tem estendido os seus tentáculos pelos países árabes e por todo o mundo, mas a subida vertiginosa do aumento do petróleo. Pois, no fim de contas, quem lucra com as guerras, são sempre os mesmos: os senhores das armas e do petróleo.

QUEDA DO EURO NA GRÉCIA - VAI ACONTECER - POR ENQUANTO, LIVROU-SE DA BANCA ROTA - MAS TRATA-SE APENAS DE UMA QUESTÃO ADIADA - ÂNGELA MERKEL, ENVOLVIDA NAS ELEIÇÕES FRANCESES, NÃO QUIS DAR ESSE TRUNFO AOS OPOSITORES DE SARKOZY

O Euro foi criado para servir os interesses da Alemanha e da França, os demais países, iludidos pelo avanço tecnológico da Alemanha, embandeiraram na conversa - Mas o resultado, aí está: a o desmembramento do Estado Social e a venda das empresas públicas ao capitalismo liberal. Claro, que, quando os acordos, são assentes em pressupostos artificiais e objectivoS inconfessáveis, mais tarde ou mais cedo, acabam por ruir e se auto-desmascarar, que é o que vai acontecer ao euro - Só que, depois, ficando os pequenos países, totalmente de rastos e na dependência do capitalismo chinês, americano e alemão, afinal, o que lhes resta? - Alguma vez se vão endireitar e ter capital para criar a sua própria moeda?

Nenhum comentário: