expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Manuela Moura Guedes – Sai da Barca do Inferno – Nilton pede “Boa Educação” e estala a bronca quase ao estilo na TVI com Marinho Pinto – Segue-se acesa discussão entre a antiga deputada do CDS e a atual deputada do PS, Isabel Moreira - Afastada da TVI e rejeitada por Balsemão na SIC , depois de ter sido convidada – Agora é ela própria a abandonar a RTP, por certo já com a porta aberta na CMTV – Isto, porque, MMG, “é demasiado polémica para suscitar indiferença.



É a noticia do momento –     E curiosamente num dia em que,  a rejeição da pulseira electrónica por José Sócrates, com quem se envolvera, no seu Governo,  em acesas polémicas e ameaças de contendas jurídicas ,  também voltou a ser a grande noticia do dia.

Pelos vistos, ela foi à noite: no programa da RTP. A Barca do Inferno., depois de discutir com a socialista Isabel Moreira as medidas do PS para o futuro da Segurança Social. Manuela Moura Guedes não voltará ao programa.

A  Ex-jornalista  e antiga deputada do CDS, foi aos arames com a advertência do moderador do programa,  humorista Nilton, que também se exaltou e pediu:   “Manuela! Estamos em direto! Alguma boa educação, tá bem? Então, pronto. Não atacas, portanto vamos com calma.” Por fim, voltando-se para uma das quatro membros do painel Sofia Vala Rocha, para prosseguir o programa. “Sofia, avançamos.”
Só que, naquele momento, quem não avançava era a estrela da RTP, de quem quer ser milionário:“Eu neste preciso momento abandono o programa”. – E a precipitada decisão imediatamente foi noticia na generalidade dos media - em Manuela Moura Guedes no Barca do Inferno: "Neste preciso momento abandono o programa"…. Manuela Moura Guedes abandona programa da RTPManuela Moura Guedes exalta-se e abandona em directo programa da RTP




Manuela tem a "arte de não suscitar indiferença"

"Boa noite. Eu sou... a Manuela Moura Guedes!" – Quem já se esqueceu? - Era deste modo  que a carismática pivô abria o Jornal Nacional da TVI. 

Manuela Moura Guedes, suscita ódios e paixões. Cultiva um estilo em que  a noticia por vezes assume o carácter  de bomba. Do mais musculado sensacionalismo. De quem não se limita a narrar factos – objetivamente falando -  mas que lhes acrescenta mais um poto, um certo  toque pessoal, dir-se-á que opinativo: ou de aprovação ou de reprovação. Não há palavras vazias ou destituídas de sentido na sua boca, que, aliás, expressa ou com um largo sorriso ou com acentuado esgar matreiro ou reprovativo. 

FOI UMA DAS GRANDES VEDETAS NA RÁDIO COMERCIAL
(Em Foz Côa . década de 90)
Conheci, Manuela Mora Guedes, na Rádio Comercial-RDP, na altura em que ainda colaborava no programa  matinal Ora Hora!, de Luís Pereira de Sousa, das 0700 às 09.00 – Ela colaborava no programa a seguir: era uma das vozes do programa Grafonola Ideal, de Júlio Isidro. 

Só algum tempo depois é que nos juntaríamos na mesma redação, quando passou a apresentar um programa com o jornalista Henrique Garcia. – Mais tarde, encontrei-a, casualmente, sentada ao lado dos seus filhos, ainda crianças, em Vila Nova de Foz Côa, concelho donde sou natural, registo fotográfico que aqui tomo a liberdade de publicar. 

Andou pelas cantadorias, onde fez sucesso com  “ Flor Sonhada  e “Foram prosas. Em 1995, sentou-se na bancada do CDS, na AR, mas, talvez devido ao seu génio polemista, que, quando contrariado, não escolhe nem alvos nem adversários, rapidamente se desentendeu por lá e bateu com a porta.  Estou convencido que teria dado uma excelente atriz no cinema ou no teatro, já que, Manuela Moura Guedes, é assim mesmo: enérgica, impulsiva e teatral.

"É natural do Cadaval, viveu em Torres Vedras, onde frequentou o Liceu Nacional. Daí seguiu para a Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, onde chegou a ser monitora de Teoria Geral do Direito Civil, ficando a poucas disciplinas de terminar o curso. Ao mesmo tempo entrava na televisão, como locutora de continuidade, na RTP, em 1978. Na mesma estação apresentaria o Festival RTP da Canção de 1979, acompanhando Fialho Gouveia, numa altura em que ainda usava o nome de Manuela Matos" (…)  - Mais pormenores em Manuela Moura Guedes  

CASOS MEDIÁTICOS NA VIDA DE UM ESTILO QUE SE CHAMA MANUELA MOURA GUEDES


Marinho Pinto: "Você faz um péssimo jornalismo"
23 maio 2009  "Entrevista no 'Jornal Nacional' transformou-se numa troca de acusações entre a jornalista e o bastonário dos advogados (…) Numa entrevista em directo no Jornal Nacional, que acabou por se transformar numa dura troca de acusações, Marinho Pinto afirmou ainda que a apresentadora faz "julgamentos sumários" nas  entrevistas.. Marinho Pinto: "Você faz um péssimo jornalismo"(VÍDEO 



Moura Guedes afastada por dono da Prisa
04 setembro 2009- Cebrián falou com os responsáveis portugueses da Media Capital e comunicou que queria afastar Manuela Moura Guedes do 'Jornal Nacional' da TVI. Bernardo Bairrão terá tentado demover o presidente da Prisa, que acabou por levar a decisão a cabo. Os estilhaços sentiram-se no plano político e a Direcção de Informação da TVI demitiu-se em solidariedade com a jornalista. Moura Guedes afastada por dono da Prisa -


Chegada de Moura Guedes divide SIC

02 dezembro 2010A entrada de Manuela Moura Guedes na SIC está a abalar, segundo disse uma fonte ao DN, "as quintinhas" que há muito "estão instaladas" na estação. E está também a obrigar os jornalistas da estação a escolher um de dois lados: a favor ou contra a nova contratação. Sobretudo quando circula nos corredores de Carnaxide que a ex-pivô da TVI vai integrar a equipa de Informação mal acabe de fazer o programa anunciado. Chegada de Moura Guedes divide SIC - TV & Media - DN
01 julho 2011A jornalista já não vai ter um programa na SIC, revelou a própria à agência Lusa, dizendo que tal se ficou a dever a uma decisão do presidente da Impresa.. Manuela Moura Guedes já não vai para a SIC -

Nenhum comentário: