expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Marco Silva por Jorge Jesus – Sporting despede novo Mourinho? – Bruno de Carvalho não sabe o que perde: chutado por não vestir a fatiota oficial – Desculpa esfarrapada para quem acaba o jogo com a camisa encharcada

Marco Silva vai deixar saudades à torcida leonina. Sai magoado mas de cabeça levantada. Despedido por não ter a fatiota oficial - Ou para satisfazer a vaidade dos que esbanjam milhões como as crianças  jogam a feijões .

Por Jorge Trabulo Marques - Fotojornalismo - Sporting despede Marco Silva e não sabe o que perde – O treinador português mais promissor da atualidade, único que poderá vir a equiparar-se ao nível de José Mourinho e com outras qualidades acrescidas: menos vaidade, sóbrio,  boa imagem, é inteligente, sabe comunicar sem provocar,  contido nas palavras e não é espalhafatoso. Há males que vêm por bem e, com certeza, a  Marco Silva não vão faltar boas propostas: tem passaporte garantido para um grande clube



Depois da oferta de um autocarro de luxo pelo empresário angolano Álvaro Sobrinho, aí está mais outro capricho com os petrodólares vindos de Angola – Pois só deste modo se compreende que, num pais, onde o grosso da população aperta o cinto e  onde o  passivo dos três clubes grandes de Portugal é superior a mil milhões de euros, de acordo com contas realizadas pela AFP. http://desporto.sapo.pt/futebol/primeira_liga/artigo/2014/10/07/benfica-tem-o-maior-passivo , se possa dar a tais veleidades 

Mas o Presidente do Sporting preferiu contratar por ordenado milionário Jorge Jesus, que deixa o clube da Luz da maneira mais insólita e inesperada: ele que era adorado pela claque benfiquista (embora nunca escondesse as suas simpatias pelo clube leonino), o que espera? Nem é passar de bestial a besta mas a  excomungado: de Jesus Cristo a Judas odiado.   Não creio que vá ter tarefa fácil. Bem pelo contrário: ele que podia ter optado pela carreira internacional, perdeu a grande oportunidade da sua vida. Dificilmente vai fazer o mesmo brilharete que fez no Benfica - Aliás, muito por via de alguns excelentes jogadores (que lhe resolveram muitos jogos) e dos deslizes do Futebol Clube do Porto.

Bruno de Carvalho é um jovem empresário ambicioso, o que não lhe fica mal num grande clube mas de reações à flor da pele, que ferve em pouca água e dispara para onde estiver virado. Mais a mais gosta de se sentar no banco dos jogadores e da equipa técnica: reage como o vento sobre a vaga: pode empolgar na marcação de um golo ou de uma vitória mas não é contido na derrota - Se atritos provocou com Marco Silva, que sabia silenciar e tolerar os excessos do seu Presidente, não vejo que isso possa suceder com Jesus: ambos são temperamentais, sanguíneos, tal como a pólvora explode como o fósforo, pelo que não tardarão rosários de folhetins e  fricções à vista. Não acredito que, Jorge Jesus,  acabe  o contrato em Alvalade. 
DESCULPA ESFARRAPADA – SOBRE QUEM ATÉ ACABOU O JOGO COM A CAMISA ENCHARCADA

Por falta de não ter vestido a fatiota oficial? Mas que tem a ver o cu com as calças? – Segundo o que a SIC apurou, na base do processo disciplinar movido a Marco Silva pelo Sporting, com vista ao despedimento, está a não utilização do fato oficial dos "leões" numa das eliminatórias da Taça de Portugal. - O homem que logrou dar uma reviravolta com o Braga e conquistar a Taça, apenas com dez jogadores, é caso para se alegar tal causa para despedimento?  Arranje-se outra explicação, que essa não encaixa na tola até do maos tolo: aliás, nem pode encaixar, já que, pelos vistos, o contrato de Jorge Jesus, não é suposto que tenha sido feito à última hora: penso que  ambos os treinadores o sabiam: isto, porque, nem o semblante de Jorge Jesus era de grande euforia, no dia em que o Benfica fazia  festa na Luz, nem o de Marco Silva – que já devia pressentir o que lhe ia suceder – era de felicidade explosiva – E veja-se que o homem estava com a camisa encharcada  de suor quando terminou o jogo. Por duas razões: por um lado porque queria terminar a época com um troféu, e, em segundo lugar, porque não queira dar motivos a Bruno Carvalho, e aos adeptos menos conformados, de despedimento por incapacidade ou justa causa: - Mas foi pontapeado e não merecia.

Nenhum comentário: