expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 17 de julho de 2019

VALE DO CÔA E AS SUAS MARAVILHAS –VESTÍGIOS DE NEANDERTAIS - Com mais de 70 mil anos




Escavações - Côa - Fariseu

Há um ano, referimo-nos, neste sit a  esta espantosa descoberta mas cremos valer a pena recordá-la  -  Uma equipa de arqueólogos colocou a descoberto vestígios da presença do homem de Neandertal, no território do Parque Arqueológico do Vale do Côa, considerados “únicos” no interior peninsular, disse esta quinta-feira um dos investigadores à agência Lusa.



Arqueóloga Carla Magalhães
Foi possível identificar vestígios do homem de Neandertal, que aparece antes da arte do Côa, a qual chega até aos 35 mil anos. Encontrámos ferramentas, estruturas como pequenas fogueiras entre outros vestígios, que os homens pré-históricos deixaram neste sítio, o que o torna único no interior peninsular”, explicou o arqueólogo Thierry Aubry, um dos arqueólogos envolvidos na investigação
.
Os vestígios arqueológicos com mais de 70 mil anos foram encontrados em escavações feitas até aos três metros de profundidade, no sítio da Cardina, no concelho de Foz Côa, distrito da Guarda, e a comparação dos objectos provenientes das diferentes camadas tem permitido novas observações. Excerto https://www.jm-madeira.pt/nacional/ver/21071/Encontrados_vestigios_de_neandertais_no_vale_do

_Coa


BATERAM-SE EM DEFESA DE UM PATRIMÓNIO ACIMA DE 70 MIL ANOS - HÁ SEMPRE ALGUÉM QUE DIZ NÃO E SE BARRICA DO LADO DO INTERESSE COLETIVO - VALE DO CÔA – PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE - MAIS MARAVILHAS POSTAS À LUZ DO SOL E DA CIÊNCIA - -

Uma luta que não foi inglória

Côa -Escavações na vertente do Fariseu

O Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC), que assinala 23 anos, em Agosto, tem vindo a conhecer novo impulso, quer na proteção dos núcleos das gravuras, que passaram de novo a contar com atenta vigilância, depois de algumas gravuras terem sido vandalizadas nos Picos, com a nova gestão liderada por Nuno Navarro, passou a assumir novos compromissos, tanto a nível das visitas turísticas, escavações e outros trabalhos de campo, como por uma maior valorização do património natural envolvente das gravuras – E os resultados são realmente surpreendentes.

Agora já há vestígios acima dos 30 mil anos - Aos 70 mil
Uma boa noticia, que, todavia, já era do meu conhecimento, em Junho  de 2017 - A Carla Magalhães, um dos poucos rostos que ainda se mantem desde as primeiras investigações no Vale do Côa, disse-me, quando agora revistei o Museu do Vale do Côa, que, no sítio da Cardina, propriedade do Prof. Fernando Baltazar, natural de Chãs, mas no termo de Tomadias, Santa Comba, as escavações puseram a descoberto patamares de 70 mil anos AC - Sem dúvida, uma boa noticia e um excelente trabalho arqueológico

"Vale do Côa Património Mundial da UNESCO  -Inscrito na Lista da Unesco como Património da Humanidade em 1998, o Vale do Côa é considerado “o mais importante sítio com arte rupestre paleolítica de ar livre”. O sítio arqueológico divide-se em dois eixos fluviais principais: 30 quilómetros ao longo do rio Côa – Faia, Penascosa, Quinta da Barca, Ribeira de Piscos, Canada do Inferno – e 15 quilómetros pelas margens do rio Douro – Fonte Fireira, Broeira, Foz do Côa, Vermelhosa, Vale de José Esteves, Vale de Cabrões".

"Arte gravada na pedra  - Como uma imensa galeria ao ar livre, o Vale do Côa apresenta mais de mil rochas com manifestações rupestres, identificadas em mais de 70 sítios distintos, sendo predominantes as gravuras paleolíticas, executadas há cerca de 25.000 anos. http://www.centerofportugal.com/pt/vale-do-coa/


"Uma equipa multidisciplinar colocou a descoberto, no Vale do Côa, provas que mostram “com clareza” que o homem de Neandertal ocupou de forma continuada aquele território antes da chegada do ‘homo sapiens sapiens’.



A presença continuada do homem de Neandertal, em acampamento ao ar livre, no Vale do Côa, ficou comprovada com este registo arqueológico, composto para sondagens arqueológicas, o que torna este sítio único na Europa”, disse esta segunda-feira à Lusa o arqueólogo Thierry Aubry, um dos especialistas da Fundação Côa Parque envolvidos na investigação.



Depois de se percorrer cerca de 25 quilómetros por estradas sinuosas, chega-se ao sítio arqueológico do Salto do Boi/Cardina, nas proximidades da aldeia de Chãs, onde foi descoberta, através de um conjunto de sondagens, esta “novidade para a arqueologia”.



Para o investigadores, ao longo das várias camadas evidenciadas nas sondagens arqueológicas feitas no lugar do Salto do Boi/Cardina, é possível perceber que o homem de Neandertal e o ‘homo sapiens sapiens’ ocuparam o mesmo sítio durante milhares de anos, de forma contínua, o que permite comparar o seu modo de vida e dar um contexto à arte rupestre do Côa. 


Depois de se percorrer cerca de 25 quilómetros por estradas sinuosas, chega-se ao sítio arqueológico do Salto do Boi/Cardina, nas proximidades da aldeia de Chãs, onde foi descoberta, através de um conjunto de sondagens, esta “novidade para a arqueologia”.

Para os investigadores, ao longo das várias camadas evidenciadas nas sondagens arqueológicas feitas no lugar do Salto do Boi/Cardina, é possível perceber que o homem de Neandertal e o ‘homo sapiens sapiens’ ocuparam o mesmo sítio durante milhares de anos, de forma contínua, o que permite comparar o seu modo de vida e dar um contexto à arte rupestre do Côa. 

No lugar do Salto do Boi, com o rio Côa a seus pés, arqueólogos e outros técnicos escavaram ao longo dos últimos dois meses mais de cinco de metros em profundidade, para chegar à conclusão de que parte dos vestígios encontrados pertence à época da ocupação dos Neandertais (350.000 a 35.000 a.C.).


“Até agora, sabíamos que os últimos Neandertais ocuparam o Vale do Côa no período entre 60.000 e 35.000 a.C.. No entanto, no fim desta última campanha ultrapassamos aos cinco metros de profundidade onde foram encontrados vestígios de ocupações mais antigas e sucessivas dos sítios pelos Neandertais”, vincou o arqueólogo.

Segundo Thierry Aubry, no interior da Península Ibérica há pouco sítios arqueológicos datados do Paleolítico Médio, e o que se conhece são ocupações únicas e não continuadas.

Neste lugar, temos dezenas de níveis que mostram uma ocupação contínua dos caçadores-recoletores do Côa que conseguimos demonstrar com o estudo do material recolhido. É possível descodificar a transição entre os últimos Neandertais e os primeiros homens modernos [os artistas do Vale do Côa] que ocuparam a Península Ibérica”, enfatizou o arqueólogo.

Neste momento, segundo o arqueólogo, há “dados arqueológicos que vão permitir estabelecer que os artistas do Côa chegam a este lugar, após uma longa tradição de ocupação humana com mais de 90 mil anos no sítio do Salto do Boi/Cardina”.


Nestas escavações, a ideia não era a de encontrar peças bonitas, mas sim informação que nos permitisse perceber como as pessoas viviam, o que faziam, por onde passaram ou o efetivo do grupo nestas paragens”, indicam os investigadores envolvidos nos estudos arqueológicos do Vale do Côa.


Agora, o desafio que se coloca aos investigadores é perceber o porquê de os Neandertais e seus descendentes escolherem o território do Côa para perpetuar a sua arte rupestre e continuar as escavações de forma mais abrangente.


O núcleo duro desta equipa de investigadores é composto pelos quadros da Fundação Côa Parque, aos quais se juntam elementos de diversas universidades.


O projeto de escavações no sítio do Salto do Boi/Cardina conta com o financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia e a cooperação das universidades de Coimbra, Barcelona e Lisboa. Lusa – Noticia citada pelo OBSERVADOR




terça-feira, 16 de julho de 2019

Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, recebe e condecora a Seleção Nacional de Hóquei em Patins, no Palácio de Belém: -"Mostrámos que somos os melhores" – Palavras elogiosas do Chefe de Estado Português, momentos antes de ter distinguido jogadores e a equipa técnica com o colar da Grã-Cruz da Ordem do Mérito

Jorge Trabulo Marques - Jornalista e foto-jornalista 

CAMPEÕES DO MUNDO DE HÓQUEI EM PATINS – AGRACEADOS EM BELÉM 



Marcelo, um Presidente incansável!  Otimista, amável e sorridente e, em momentos signficativos, que continuam a granjear-lhe as mais calorosas simpatias ! - Depois de uma maratona, em Paris, onde marcou presença no tradicional desfile militar da tomada de Bastilha, a convite do seu do homólogo francês, Emannuel Macron,ei-lo agora, no salão nobre do Palácio de Belém para felicitar e condecorar, vivamente,  os jogadores, técnicos e dirigentes da seleção portuguesa  de hóquei em patins, que, no domingo passado, em Barcelona, venceu a equipa da argentina através da marcação de penalidades, conquistando o titulo mundial da modalidade, defendidos,  com mestria e galhardia, pelo guarda-redes Ângelo Girão, que, uma vez mais voltou a ser a figura central da vibrante e honrosa conquista.. 



Pouco passava das quatro  da tarde, quando, o Presidente da República Portuguesa,  recebia os novos heróis nacionais do hóquei Patins, 16 anos depois da última conquista do título da modalidade, fazendo ao mesmo tempo trazer à lembrança outros tempos, ainda mais recuados, quando, em 1993, a seleção, foi campeã do torneio europeu e mundial,  em Itália  - E, porque não, recuando aos distantes anos 60, período do grande apogeu do nosso Hóquei Patins,  graças a um punhado de exímios hoquistas, cujo mérito levaria à conquista de três mundiais e 7 europeus, em cujos jogos se destacou o mítico, António Livramento, considerado por muitos o melhor jogador do Mundo, deixando nas gerações  jovens e  mais velhas,  da época, recordações inesquecíveis, tal como também assim o sublinhou,  Marcelo Rebelo de Sousa, no discurso que proferiu, momentos antes da  imposição das honrosas insígnias,  citando-o nas lembranças da sua juventude de estudante, pelo que, ali também foi referido, que,  após esta cerimónia, outra se seguiria junto à campa do célebre  jogador, no Cemitério de  Benfica, onde, de facto,   repousa uma das figuras ímpares do hóquei patinado e do Desporto português, respeitado internacionalmente, falecido em 8 de Junho de 1999, aos 55 anos, na sequencia de um acidente vascular

Marcelo Rebelo de Sousa, que se  fazia acompanhar  do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e do  secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, Marcelo Rebelo de Sousa, teceu, então, palavras de muito apreço  pelo brilhante êxito alcançado, quer aos jogadores, quer aos restantes membros da equipa técnica e dirigentes, que ali eram recebidos, em conjunto, como pertencendo a uma única família.


Tendo realçado, nas palavras do seu discurso, que  A vossa vitória é um símbolo do que nós, portugueses, podemos ser quando somos excelentes, quando somos os melhores dos melhores. E faz-nos acreditar mais em nós próprios, para vencermos outros campeonatos, como o do desenvolvimento, da justiça, da luta contra a pobreza, contra as desigualdades, os campeonatos permanentemente disputados dia a dia, na educação, na saúde e na solidariedade social"

"Vencemos porque mostrámos que somos os melhores, em humildade, sem nunca desvalorizar o adversário e sem nos deslumbrarmos com as nossas vitórias. Mostrámos que somos os melhores porque lutámos até ao último segundo, numa capacidade de sacrifício que é inseparável da união da equipa", começou por dizer o presidente da República.



"A vossa vitória não apaga os nossos problemas e insucessos em tantos domínios. Mas a vossa vitória, aqui celebrada, com todo um coletivo que ajudou a tornar possível, é um símbolo do que podemos ser, como portugueses, quando somos excelentes. Faz acreditar mais em nós próprios. Em nome de todos os portugueses, abraço-vos a todos, em especial ao Ângelo Girão... A serenidade coriácea na defesa dos lances impossíveis. Se todos tivermos essa serenidade, todos os dias, Portugal será uma pátria muito melhor", concluiu.- Citações extraidas de  https://www.jn.pt/desporto/interior/marcelo-rebelo-de-sousa-mostramos-que-somos-os-melhores-11118137.html




Relatório da CGD arrasa Banco de Portugal - Quem responsabiliza Faria de Oliveira, ex-ministro de Cavaco, gestor do banco público ao garantir a "Caixa de Boa Saúde? - Esquece-se a venda de sete hospitais e 2 clínicas por bagatela ao AMIL - GRUPO BRASILEIRO QUE LIDERA O MAIOR NÚMERO DE RECLAMAÇÕES NO BRASIL - Esquecem-se as nomeações de Passos e Portas que engordam gestores da Caixa e ficam com negócios privados


OS ARTISTAS  ÀS DIREITAS É RAPAZIADA FIXE  - PASSAM AO LADO DAS FALCATRUAS Relatório da CGD responsabiliza equipa de Santos Ferreira pela maioria das perdas -O relatório preliminar da comissão parlamentar de inquérito à gestão da CGD atira para a administração de Santos Ferreira as maiores perdas registadas pelo banco estatal. https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/banca---financas/detalhe/relatorio-da-cgd-responsabiliza- Relatório da CGD arrasa Banco de Portugal, com destaque para Constâncihttps://expresso.pt/economia/2019-07-15-Relatorio-da-CGD-arrasa-Banco-de-Portugal-com-destaque-para-Constancio





Pois claro: a banca é fixe nas mãos da rapaziada engravatada e bem engordada da banca e dos seus serventuários, Para Faria de Oliveira, governos como o da 'geringonça' "não asseguram a sustentabilidade do crescimento económico".

Até onde vai a lata destes vampiros?  "O presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), Fernando Faria de Oliveira, criticou esta quinta-feira "as soluções governativas" nos países do sul da Europa, incluindo Portugal, por não serem projetos políticos, não terem consistência e comportarem "sérios riscos para o futuro" por resolverem apenas questões de curto prazo. "Estamos, creio, perante soluções temporárias e precárias", afirmou num almoço-debate promovido pelo International Club of Portugal, em Lisboa.ttps://www.dn.pt/dinheiro/interior/presidente-da-associacao-de-bancos-geringonca-resolve-apenas-questoes-de-curto-prazo-9641994.html

JÁ ERA DE ESPERAR ESTA LEITURA QUE VISA APENAS CHAUSCAR   UM DOS LADOS  - CLARO; MAS QUEM PÕE AS MÃOS NO FOGO POR ALGUM   BANQUEIRO? – Os bonzinhos ficam de fora  

Relatório da CGD arrasa Banco de Portugal, com destaque para Constâncio” – Antes de ser concluído, já se antevia para onde o olho sectário do relatório ia olhar: nunca olha para os dois lados: olho vesgo só enxerga engulhos num dos lados; os engravatados das direitas , toda essa malta  é boa rapaziada

Pois claro: Não interessa ver os negócios ruinosos e obscuros do ex-ministro de Cavaco, de um tal  Faria de Oliveira na gestão de Passos e Portas  A comissão de inquérito debruçou-se sobre o período entre 2000 e 2015 na Caixa Geral de Depósitos. Vítor Constâncio foi o governador nos dez anos, sendo seguido por Carlos Costa. As conclusões não mencionam directamente Constâncio, mas muitas referem-se claramente ao seu período. Por exemplo, quando dizem respeito ao empresário José Berardo.https://expresso.pt/economia/2019-07-15-Relatorio-da-CGD-arrasa-Banco-de-Portugal-com-destaque-para-Constancio

GESTÃO DE PASSOS COLHO E PAULO PORTAS - O  Novo Hospital de Cascais  inaugurado em 2010 – Para abranger uma população de cerca de 300 mil pessoas dos concelhos de Cascais e Sintra, - Cuja construção orçou em 50 milhões de euros; com equipamento no valor de 10 milhões de euros, gerido pela pela HPP Saúde, do Grupo Caixa Geral de Depósitos.

GOVERNO  DA DUPLA PASSOS E PORTA - VENDE 9 UNIDADES HOSPITALARES  POR UMA NINHARIA À SEGURADORA  DA SAÚDE  MAIS CONTESTADA NO BRASIL  

A comissão de inquérito debruçou-se sobre o período entre 2000 e 2015 na Caixa Geral de Depósitos. Vítor Constâncio foi o governador nos dez anos, sendo seguido por Carlos Costa. As conclusões não mencionam directamente Constâncio, mas muitas referem-se claramente ao seu período. Por exemplo, quando dizem respeito ao empresário José Berardo.https://expresso.pt/economia/2019-07-15-Relatorio-da-CGD-arrasa-Banco-de-Portugal-com-destaque-para-Constancio

NÃO ESQUECER. A Caixa Geral de Depósitos (CGD) está a transferir os negócios que tem na Zona Franca da Madeira para as ilhas Caimão, devido ao fim de alguns benefícios fiscais no «offshore» da região portuguesa Operações financeiras da CGD: Da Madeira para as Ilhas Caimão

Caixa Geral de Depósitos – Não foi à falência porque o Estado (os impostos dos contribuintes) acabam por tapar os enormes buracos. 

NINGUÉM RESPONSABILIZA ESTE ALDRABÃO? - FARIA DE OLIVEIRA, Ex-Ministro de Cavaco Silva Faria de Oliveira garante "boa saúde" da CGD   - Quando é que estes oportunistas são responsabilizados e postos atrás das grades?.. CGD sai da Zona Franca da Madeira e vai para o offshore das ilhas …RTP CGD transfere a operação que tem na Zona Franca da Madeira 





QUEM RESPONSABILIZA ESTE INIMPUTÁVEL



NUNCA MAIS SE FALOU DESTA FRAUDE QUE REMONTA A 2006 – Ministério Público acusa Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal 

O caso remonta a 2006. – NUNCA MAIS SE FALOU DESTA FRAUDE QUE REMONTA A 2006 – O Ministério Público acusou a Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal..  Governo de Passos faz nomeação para a CGD de gestor que saiu do banco com indemnização milionária  - 25/06/2013    Governo escolheu nomear João Coutinho como administrador executivo da CGD, que já esteve no banco quando Mira Amaral era presidente executivo  Ministério Público acusa Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal ..Questionada nomeação para a CGD de gestor que saiu do banco a

Caixa Geral de Depósitos, onde o Passos e o Portas, encaixaram os maiores gulosos  - 



Tachos da Caixa. Administradores ficam com negócios privado Ou não estivesse também um tal António Borges a liderar as privatizações, com um pé nos negócios milionários do Alexandre dos Santos, vulgo "Pingo Doce", outro no património do Estado.

 SE LÁ CONTINUASSEM JÁ TINHAM TAMBÉM PRIVATIZADO   A CGD


A CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS - FEUDO LIBERAL  - SÓ LÁ ENTRA GENTE DA CONFIANÇA  -RAPAZIADA FINA NAO FOI ABRANGIDA PELOS CORTES SALARIAIS"A Caixa Geral de Depósitos não vai cortar os salários aos seus trabalhadores este ano, CGD não vai cortar salários este ano...CGD também escapa a cortes salariais.... Pedro Rebelo de Sousa: "Acredito que já tenho um currículo, para ... além da Caixa

                  PASSARAM DE SETE PARA ONZE TACHOS

Na altura, em que se anunciou o lote dos novos administradores da CGD, foi dito que a grande novidade era a entrada de Pedro Rebelo de Sousa, irmão de Marcelo Rebelo de Sousa e presidente do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG)..

Mas não só: também houve a entrada de mais boys, susceptíveis de gerar conflitualidade de interesses entre os da Caixa e o privado. Tal é o caso do irmão de Marcelo: “advogado que representa empresas como a italiana ENI, accionista da Galp e que chegou a negociar a venda desta participação, negócio onde a Caixa Geral de Depósitos mantém uma palavra a dizer” 


A CAIXA GERAL DOS DEPÓSITOS - COM GESTÃO PIRATA ENGRAVATADA -  QUE TEM FEITO DE  UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA, A COUTADA DA SUA PROPRIEDADE PRIVADA - Só assim se compreende a ousadia ao envolver-se no mesmo jogo os mesmos gestores de   dos bancos privados.


PARA ONDE FOI A MASSA? 06/07/2016 CGD tem buraco de mais de três mil milhões de euros “Há um desvio enormíssimo no plano de negócios que o governo anterior geriu com a CGD, que atinge verbas superiores a 3.000 milhões de euros, e que tão deligentemente o governo anterior acompanhou”, afirmou Mário Centeno na comissão parlamentar de Orçamento e Finanças. CGD tem buraco de mais de três mil milhões de euros - Jornal 

Caixa Geral de Depósitos (CGD) acordou hoje a venda do negócio hospitalar ao grupo brasileiro AMIL por 85,6 milhões de euros, anunciou o banco público em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 "Grupo Amil lidera queixas no Procon-SP contra planos de saúde

"Entre as queixas mais comuns estão a demora ou impossibilidade em autorizar e marcar procedimentos, como consultas e exames; a negativa de cobertura ou reembolso; alterações na rede credenciada sem aviso, tanto em quantidade quanto em qualidade dos prestadores de serviços;  e reajustes de faixa etária que ferem o estatuto do idoso.Grupo Amil lidera queixas no Procon-SP............... 

Grupo Amil, Green Line Sistema de Saúde e Unimed Paulistana ocupam o topo do ranking das dez operadoras de planos de saúde que mais geraram demandas ao setor de atendimento ao consumidor dProcon-SP, de 1º de janeiro a 17 de julho de 2012.

O consumidor paga por muitos anos o seu plano e quando mais precisa dele enfrenta obstáculos impostos pelas empresas para dificultar a prestação do serviço, esperando vencer pelo cansaço", disse, em nota, o diretor executivo da Fundação Procon-SP, Paulo Arthur Góes. Amil lidera ranking de reclamações contra planos de saúde..Grupo Amil lidera reclamações.

"A Caixa Seguros e Saúde formalizou hoje a venda de 100% do capital social da HPP - Hospitais Privados de Portugal à Amil, na sequência de um processo competitivo destinado à alienação do perímetro global das unidades hospitalares sob gestão daquela empresa", lê-se no comunicado divulgado ao mercado.

HPP Saúde, do grupo CGD, tem em Portugal sete unidades hospitalares, entre as quais o Hospital dos Lusíadas, em Lisboa, o Hospital da Arrábida, no Porto, e o Hospital de Cascais, em regime de parceria público-privada (ppp).

À compra do grupo de saúde da CGD, concorreram também a Frontino de Jaime Antunes, em parceria com os brasileiros da Artesia, e a Espírito 

Veja os pormenores da venda dos Hospitais da CGD à Amil através da nossa postagem Venda dos Hospitais da CGD a angolanos 

.
SETE HOSPITAIS E DUAS CLÍNICAS  POR pouco mais de 80   MILHÕES  AO AMIL -   GRUPO BRASILEIRO  QUE LIDERA O MAIOR NÚMERO DE RECLAMAÇÕES  NO BRASIL - Intermediário de negociatas com americanos, instalados em Angola - Logo envolvidos com a quadrilha Santos

O  Novo Hospital de Cascais  inaugurado em 2010 – Para abranger uma população de cerca de 300 mil pessoas dos concelhos de Cascais e Sintra, - Cuja construção orçou em 50 milhões de euros; com equipamento no valor de 10 milhões de euros, gerido pela pela HPP Saúde, do Grupo Caixa Geral de Depósitos.

Considerado de extrema importância para a população, com  novos meios complementares de diagnóstico e terapêutica, como a mamografia, TAC, ecografia, implantes de pacemakers provisórios, entre outros, na área da medicina física e reabilitação, como a terapia ocupacional e terapia da voz e fala, exames de neurologia, oftalmologia e otorrinolaringologia, etc.


"Depois de resolvidos os problemas entre o Hospital de Cascais e o Ministério da Saúde, o Grupo Amil fechou o negócio por menos de 100 milhões" CM de hoje -  Soube-se que foi por 80 milhões - Nem seque tiveram a coragem de apontar este número

GOVERNO VENDE 9 UNIDADES HOSPITALARES  POR UMA NINHARIA À SEGURADORA  DA SAÚDE  MAIS CONTESTADA NO BRASIL  
-
 Grupo Amil lidera queixas no Procon-SP contra planos de saúde" -Grupo Amil lidera reclamações contra planos de saúde, O qual está em negociações para se fundir ao gigante americana UnitedHealth Grou Acusado de vários processos de especulação e de fraude - por ter enganado milhões de americanos

Negociata que certamente não terá passado desapercebida aos dólares angolanos, ou já com acções compradas ou desejosos que se instale na sua coutada  UnitedHealth negocia compra da Amil Participações -...UnitedHealth mantém conversas para compra da Amil


  (actualização) Dois dias depois surge a confirmação da venda da Amil ao grupo Americano UnitedHealth compra Amil em acordo de R$10 bilhões -  Grupo gigante americano que tem sido acusado de fraudes a milhões de americanos e que já se instalou também em Angola - E Relvas não deveria ignorar esse fact
GOVERNO VENDE 9 UNIDADES HOSPITALARES  POR UMA NINHARIA À SEGURADORA  DA SAÚDE  MAIS CONTESTADA NO BRASIL  

GRANDES NEGOCIADORES!!! - AINDA SE AO MENOS O ESTADO GANHASSE ALGUM MAS É SÓ  PARA VENDEREM BARATO E O EMAGRECEREM - NEGOCIATAS  que só eles as conhecem, dada a ausência completa de transparência. -

Vendidos seis hospitais por uma mão cheia de nada -  menos de 100 milhões  - a um grupo brasileiro que lidera o maior número de queixas no Procon-SP contra planos de saúde - O qual está na mira da compra por  um grupo americano, onde, certamente, tal negociata, não terá passado desapercebida aos dólares angolanos, ou já com acções compradas ou desejosos que se instale na sua coutada  UnitedHealth negocia compra da Amil Participações -...UnitedHealth mantém conversas para compra da Amil

A Caixa Geral de Depósitos (CGD)  mais administradores do que tinha . O número total deverá rondar os 11,Passos engorda número de gestores da Caixa

Era composto por sete membros e passou para onze. - Obviamente, para liquidarem até a nossa própria saúde.Sonangol quer hospitais da Caixa Geral de Depósitos em Portugal ...

Hospitais proibidos de contratar médicos e enfermeiros Para favorecem interesses privados: com uma empresa que, em Setembro se deu a este luxo: Mais de 20 enfermeiros dispensados com justificação de exigências da troika. Para agora os admitir a trabalho escravo

 Grupo Amil lidera queixas no Procon-SP contra planos de saúde" -Grupo Amil lidera reclamações contra planos de saúde, O qual está em negociações para se fundir ao gigante americana UnitedHealth Grou Acusado de vários processos de especulação e de fraude - por ter enganado milhões de americanos

Negociata que certamente não terá passado desapercebida aos dólares angolanos, ou já com acções compradas ou desejosos que se instale na sua coutada  UnitedHealth negocia compra da Amil Participações -...UnitedHealth mantém conversas para compra da Amil

  (actualização) Dois dias depois surge a confirmação da venda da Amil ao grupo Americano UnitedHealth compra Amil em acordo de R$10 bilhões -  Grupo gigante americano que tem sido acusado de fraudes a milhões de americanos e que já se instalou também em Angola - E Relvas não deveria ignorar esse fact

Descontos e Aqui na Groupon...

São muitas as linhas por onde se cose a nova administração da CGD,ou como o banco público serve de laboratório da coligação. Eduardo Paz Ferreira, Pedro Rebelo de Sousa e Álvaro Nascimento, todos advogados, farão parte da comissão de auditoria da nova comissão executiva da Caixa Geral de Depósitos (CGD) em regime de não exclusividade. Pedro Rebelo de Sousa continuará deste modo a trabalhar no seu escritório de advogados, que representa empresas como a italiana ENI, accionista da Galp e que chegou a negociar a venda desta participação, negócio onde a Caixa Geral de Depósitos mantém uma palavra a dizer.https://mauricio-resende.blogspot.com/2011/07/tachos-da-caixa-administradores-ficam.html


 Caixa Geral de Depósitos vende hospitais a brasileiros Caixa Geral de Depósitos vende hospitais a brasileiros ... liderada por Faria de Oliveira

NUNCA MAIS SE FALOU DESTA FRAUDE QUE REMONTA A 2006 – Ministério Público acusa Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal 

O caso remonta a 2006. – NUNCA MAIS SE FALOU DESTA FRAUDE QUE REMONTA A 2006 – O Ministério Público acusou a Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal..  Governo de Passos faz nomeação para a CGD de gestor que saiu do banco com indemnização milionária  - 25/06/2013    Governo escolheu nomear João Coutinho como administrador executivo da CGD, que já esteve no banco quando Mira Amaral era presidente executivo  Ministério Público acusa Caixa Geral de Depósitos de burla fiscal ..Questionada nomeação para a CGD de gestor que saiu do banco a


Caixa Geral de Depósitos, onde o Passos e o Portas, encaixaram os maiores gulosos  - 

 Tachos da Caixa. Administradores ficam com negócios privado Ou não estivesse também um tal António Borges a liderar as privatizações, com um pé nos negócios milionários do Alexandre dos Santos, vulgo "Pingo Doce", outro no património do Estado.

 SE LÁ CONTINUASSEM JÁ TINHAM TAMBÉM PRIVATIZADO   A CGD


A CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS - FEUDO LIBERAL  - SÓ LÁ ENTRA GENTE DA CONFIANÇA  -

RAPAZIADA FINA NAO FOI ABRANGIDA PELOS CORTES SALARIAIS

"A Caixa Geral de Depósitos não vai cortar os salários aos seus trabalhadores este ano, 



                  PASSARAM DE SETE PARA ONZE TACHOS

NA ADMINISTRAÇÃO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, PASSARAM DE SETE PARA ONZE TACHOS



Na altura, em que se anunciou o lote dos novos administradores da CGD, foi dito que a grande novidade era a entrada de Pedro Rebelo de Sousa, irmão de Marcelo Rebelo de Sousa e presidente do Instituto Português de Corporate Governance (IPCG)..

Mas não só: também houve a entrada de mais boys, susceptíveis de gerar conflitualidade de interesses entre os da Caixa e o privado. Tal é o caso do irmão de Marcelo: “advogado que representa empresas como a italiana ENI, accionista da Galp e que chegou a negociar a venda desta participação, negócio onde a Caixa Geral de Depósitos mantém uma palavra a dizer”